Foto: Reprodução Internet
in ,

V, do BTS, faz história e quebra recorde no iTunes

Cantor atingiu o topo de 118 países, se tornando o único artista com o feito

A dominação do K-Pop pelos quatro cantos do mundo está confirmada! Nesta sexta-feira (1/04), o cantor V, integrante do BTS, fez história ao quebrar um novo recorde no iTunes: ele detém, agora, a única música a alcançar o topo da plataforma musical em 118 países, com o hit  “Sweet Night”.

V faz 25
Foto: Big Hit Entertainment

A marca chega há exatos um ano do lançamento da faixa que pertence a trilha sonora da série de TV sul-coreana “Itaewon Class”. Esta foi a primeira vez que V teve sua música inserida num longa metragem como artista solo. Ah, vale lembrar que ele também co-compositor da faixa.

E o ARMY não consegue segurar a empolgação com os feitos de V em sua carreira solo. Além do recorde em 118 países no iTunes, nunca alçado antes por outro artista, ele também se torna o primeiro solista asiático com a conquista, além de ser o artista mais jovem a obter o feito.

Compre BTS na Regards

O buzz de V

Não basta fazer sucesso na música. Agora V, do BTS, também se destaca como o “ator mais cotado” na Coreia do Sul. A informação é do site Allkpop, que noticiou a grande fama que o artista conquistou desde seu primeiro trabalho como ator, no famoso drama de 2016 “Hwarang”.

Apesar dos projetos com o BTS, há mais de cinco anos V não se dedica exclusivamente à atuação. Desde então, de acordo com a publicação do site, grandes empresas de drama sul-coreano o procuram desesperadamente.

(Foto: Reprodução Internet)

Recentemente um veículo Starnews revelou que as propostas feitas para que V retorne a atuação são grandiosas, similares a que o ator mais bem pago da Coreira do Sul, Kim Soo-Hyun, recebe. Estamos falando de 500 milhões de wons por episódio, cerca de R$ 2,5 milhões. Já pensou?

Em seu último trabalho, interpretou Seok Han-sung, um jovem guerreiro que contracena com o time de protagonista. Assista ao trailer:

Escrito por Leonardo Rocha

Sony Music anuncia compra da gravadora Som Livre

Hariel critica guerra política e má gestão da pandemia no clipe de “2020”