banner com link para rádio globo
Paulo Alvarez e Lucas Malak do selo Pineapple Storm | Foto: Divulgação
in

Universal Music Publishing Brasil e Pineapple Storm anunciam parceria

A parceria exclusiva será para representação de catálogo e administração de direitos autorais do selo

A Universal Music Publishing Brasil (UMPG) e a Pineapple Storm, considerado um dos maiores selos de rap do Brasil, anunciaram uma parceria exclusiva para representação de catálogo e administração de direitos autorais.

De acordo com os termos do contrato, a UMPG passa a representar a editora do grupo Pineapple Storm, ampla marca comercial que ainda possui em seu portfólio um dos maiores canais de YouTube do mundo, um selo fonográfico e uma marca de roupas focada na cultura Hip Hop.

Leia mais:

A Pineapple Storm nasceu 2015 como uma marca de roupas e ganhou forte projeção no cenário underground. Com a popularidade da grife, os criadores desenvolveram seu próprio veículo de mídia para gerar conteúdo, de onde surgiram projetos de grande sucesso como o “Poetas no Topo” e o “Poesia Acústica”.

Criado por Paulo Alvarez, CEO da Pineapple, e sob direção musical do produtor e sócio Lucas Malak, o “Poesia Acústica” é um grande fenômeno e virou uma referência de estilo musical, com a combinação do rap com violão. O projeto alcançou a marca de mais de um bilhão de plays nas plataformas de música e acaba de chegar à sua 12ª edição. Alguns volumes do Poesia Acústica já superam meio bilhão de views no YouTube.

“A Pineapple é, indiscutivelmente, a maior fonte de criação e estímulo do movimento rap no país, sendo responsável pela transformação e popularização deste estilo em todas as camadas sociais. Um fenômeno importantíssimo na cultura nacional, hoje já tem identificação própria consolidada no mercado e em constante expansão. É uma honra e um prazer para a Universal representá-los globalmente”, destaca Marcelo Falcão, Managing Director da UMPG no Brasil.

Sobre a parceria, o CEO da Pineapple Storm, Paulo Alvarez, disse: “Estamos dando um passo grande com essa parceria. Fechar o contrato de edição com a Universal é também mostrar a importância do rap no país, um gênero que influencia milhões de jovens da periferia e que realiza sonhos de muitos deles. Em cinco anos, a Pineapple Storm se consolidou como a maior vitrine de novos artistas do rap nacional. Agora, com a Universal, podemos planejar outros focos e alcances”.

Para Lucas Malak, assinar com a Universal é uma conquista para eles que vieram da cena independente até então, trabalhando de forma independente nos últimos cinco anos. “Acredito que, com certeza, vai gerar novos e bons frutos para a gente e para a Universal. Acho que ambos os lados têm muita coisa para somar e estou ansioso para os próximos passos do que faremos juntos”, finaliza.

Escrito por Rafa Ventura

POPline Charts by STRM: Chiclete Com Banana assume o Top 30 Samba, Pagode & Axé

“Envolver”: Hit solo internacional de Anitta chega ao Top 50 Global