in

Um ano fora do Fifth Harmony: uma retrospectiva da carreira solo da Camila Cabello

A RUPTURA

19 de dezembro de 2016: Após rumores, um comunicado tornou oficial. Camila Cabello saiu do grupo Fifth Harmony.

Leia um trecho:

Ano que vem eu vou trabalhar em minha própria música e dar a vocês um pedaço enorme do meu coração. Para os nossos fãs maravilhosos, sempre serei muito grata pelas oportunidades que este grupo tem me dado. Sou ainda mais grata pelos momentos que nós saímos para tomar iogurte juntos e falamos sobre música, pelos momentos que trocamos olhares durante uma letra, pelos abraços que reuniram pedaços de nós dois, pelo amor que eu não consigo colocar em palavras e por me mostrarem o caminho para eu ser eu mesma. Vocês transformaram cinco garotas comuns e fizeram o sonho delas realidade – e juntas, nós e vocês, escrevemos uma incrível história. […] Agora preciso caminhar.. Sempre encorajei vocês a serem destemidos, a viver sua vida em nome do amor e fazer o que lhes dá felicidade. Mesmo assustada em dar este salto, estou animada e cheia de alegria porque sei que não importa o que aconteça estarei seguindo meu coração. Espero encontrá-los em minha jornada.

A saída não foi tão amigável. Repercutindo as afirmações de Camila, as outras integrantes fizeram questão de publicar um comunicado com a visão do grupo sobre o assunto… No texto, elas dizem que se esforçaram para convencer Camila e sua equipe a gravarem mais um álbum como quinteto, mas a cantora não aceitava sequer conversar sobre o assunto. Estava superdecidida e, em novembro, o empresário dela comunicou o grupo que Camila deixaria o Fifth Harmony no dia 18. Simples assim.

Isso causou uma divisão entre os fãs, mas as meninas afirmaram que estavam, então, no melhor momento da carreira e lançaram no dia 25 de agosto o primeiro álbum como quarteto. Em um momento marcante durante o VMA de 2017, o grupo fez uma polêmica alusão à saída de Camila Cabello quando derrubaram a “quinta integrante” do palco.

O INÍCIO: “The Hurting, The Healing, The Loving”

Chegou a hora de começar a carreira solo. Após participações de sucesso em singles de outros artistas, como “Bad Things”, com Machine Gun Kelly, ela lançou em maio de 2017 seu primeiro single definitivamente como uma cantora solo. “Crying in the Club” foi escrita por Sia e tinha um sonoridade dramática e dançante ao mesmo tempo. “I Have Questions” veio junto como um agrado para os fãs.

Mesmo com toda a divulgação em programas de TV e premiações como Billboard Music Awards, a música não teve o desempenho comercial esperado. O pico foi de #47 nos Estados Unidos e #12 no Reino Unido. A performance morna nos charts adiou os planos para o lançamento do primeiro álbum, já intitulado “The Hurting, The Healing, The Loving”.

No entanto, uma grande reviravolta aconteceu… E tem um home: Havana!

O SUCESSO: “Havana”

No dia 3 de agosto Camila Cabello lançou duas músicas inéditas “OMG” (com Quavo) e “Havana” (com Young Thug). De início, as faixas serviram como um presente para os fãs e não seriam trabalhadas. Mas o inesperado aconteceu. “Havana” despontou nas plataformas digitais e, mesmo sem divulgação, entrou no top 15 da Spotify Global. Com isso, no dia 30 de agosto a cantora anunciou o lançamento da música como single oficial. “É por isso que transformamos em single! Obrigada pelo amor e apoio à uma música que é tão próxima do meu coração”, escreveu ela no Twitter.

Resultado: um fenômeno mundial. A música foi um dos maiores hits de 2017, atingiu o primeiro lugar nas paradas de países como Reino Unido, Irlanda, Canadá e Austrália. Nos Estados Unidos, foi segundo lugar. Ganhou também certificado de platina dupla nos Estados Unidos, celebrando a venda de 2 milhões de cópias.

Agora sim, com um grande sucesso impulsionando, chegou a hora do primeiro álbum solo, agora com um novo nome: “Camila”.

NOVO ÁLBUM: “Camila”

Ó primeiro álbum solo de Camila Cabello é intitulado simplesmente “Camila” e será lançado no dia 12 de janeiro de 2018. Ela explicou a mudança de nome: “Eu decidi chamá-lo pelo meu nome, porque isso é onde esse capítulo da minha vida terminou. Ele começou com a história de outra pessoa, ele terminou comigo achando meu caminho de volta para mim mesma”, explicou.

Com o anúncio, ela divulgou duas novas músicas. “Never Be the Same” e “Real Friends”, sendo a primeiro a mais provável sucessora do hit “Havana”.

Esse foi só um ano da jornada e, certamente, é só o começo! Camila Cabello ainda terá muita história pra contar!

Escrito por Caian Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Música “Joanne”, da Lady Gaga, será lançada nas rádios da Itália como single oficial

Confirmado: Lady Gaga assinou contrato para residência em Las Vegas