banner com link para rádio globo
"Torto Arado" inicia em 2022 no topo do ranking de vendas
(Foto: Divulgação)
in ,

“Torto Arado” virará série na HBO Max: veja tudo que sabemos sobre o projeto

“Torto Arado”, escrito por Itamar Vieira Junior, levou o Prêmio Jabuti e é um sucesso de vendas.

Além de inspirar um espetáculo de teatro, o premiado livro “Torto Arado”, escrito por Itamar Vieira Junior, vai virar também uma série audiovisual. O anúncio foi feito pela HBO Max, plataforma de streaming onde a série será disponibilizada.

O projeto é uma parceria da HBO Max com a produtora Paranoid, que adquiriu os direitos da obra, e a Warner Bros. O roteiro ainda está sendo desenvolvido, e nomes do elenco não foram divulgados. Ainda é cedo, portanto, para falar em previsão de estreia.

"Torto Arado" inicia em 2022 no topo do ranking de vendas
(Foto: Divulgação)

Leia mais:

Quem vai dirigir?

Idealizador do projeto, Heitor Dhalia é quem vai dirigir a série “Torto Arado”. Ele já dirigiu as séries “O Caçador” e “Arcanjo Renegado”, além dos filmes “O Cheiro do Ralo”, “À Deriva” e “Serra Pelada”.

“O Torto Arado, para além da história que narra, sugere um universo muito rico de imagens e sensações das entranhas do País. Adaptar a obra de Itamar Vieira Junior tem sido um grande prazer e um desafio. São personagens fortes em um Brasil pouco retratado no audiovisual. A série segue a narrativa do livro e o percurso das irmãs Bibiana e Belonísia desde a infância até a vida adulta, no sertão da Bahia. Nela, estas vozes permanecem, ganham vida e se multiplicam ampliando o universo do texto. Os episódios estão sendo escritos por roteiristas talentosas, afinadas e que, realizando um trabalho autoral, mantém viva a essência da obra de Itamar. Este processo de desenvolvimento já conta com um sólido e emocionante material”, explica Dhalia, idealizador do projeto.

"Torto Arado" virará série na HBO Max: veja tudo que sabemos sobre o projeto
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

O roteiro é de quem?

Luh Maza, Renata Di Carmo, Maria Shu, Viviane Ferreira e a roteirista assistente, Ceci Alves, assinarão os roteiros dos episódios. O time é formado apenas por mulheres negras. “O convite do Heitor Dhalia para adaptar Torto Arado veio carregado de encantamento e também responsabilidade em trabalhar com este fenômeno que reuniu tantas pessoas em torno de um livro brasileiro contemporâneo. Logo nas primeiras conversas, Heitor e eu nos conectamos no desejo de expandir o universo do Itamar ao longo de nossa narrativa, mantendo fidelidade à sinestesia e comoção que o livro nos provocou”, conta Luh Maza.

“Estou transpondo esta literatura e seu imaginário em ação e imagem e reconstruindo o tempo da história ao lado de outras autoras negras que tanto admiro (Maria Shu, Renata di Carmo, Viviane Ferreira e a assistente Ceci Alves) o que traz para a escrita da série um olhar atravessado por vivências e ancestralidades comuns às personagens principais e narradoras. Queremos que o espectador conheça – e reconheça – a fazenda Água Negra e seus habitantes, os males e as forças que são endêmicas a esta representação do Brasil profundo”, completa.

Escrito por Leonardo Torres

Em clima de final, relembre os brothers que QUASE venceram o BBB!

Maiara relembra Marília fora dos palcos: “Nosso plano de vida estava entrelaçado”