in ,

Tinashe apoia decisão de Rihanna de não cantar no Super Bowl

Muita gente sempre se perguntou porque Rihanna nunca fazia o show de intervalo do Super Bowl. Não foi por falta de convite. A US Weekly revelou, nesta semana, que a própria cantora declinou as propostas da NFL para 2019. Em entrevista ao TMZ, a cantora Tinashe, admiradora de Rihanna, decidiu apoiar a postura do ídolo. “Se ela acredita nisso, ela acredita nisso. É importante. Você tem que defender algo que acredita”, disse.

O motivo que levou Rihanna a falar “não” para o Super Bowl é tão simples quanto polêmico. A cantora apoia Colin Kaepernick, jogador que protesto contra a brutalidade racial da polícia nos Estados Unidos e se recusou a levantar durante o hino nacional em um dos jogos. A NFL não gostou n-a-d-a da atitude do atleta e o afastou da liga. Rihanna é contra a punição.

Segundo o Entertainment Tonight, a cantora P!nk também recusou o convite da NFL. “Uma fonte nos disse que ela também foi convidada, mas P!nk decidiu deixar pra lá porque as negociações demoraram muito”, diz uma matéria do site. Desta forma, o show de intervalo do ano que vem, marcado para 3 de fevereiro, ficará por conta da banda Maroon 5.

Escrito por Leonardo Torres

Lucas Lucco e Wesley Safadão “afogam as mágoas” no clipe ao vivo de “Posto 24h”

Sandy, IZA, Luísa Sonza e Anavitória cantam no “Só Toca Top” deste sábado