in ,

Termômetro: “Motivation”, da Normani, é avaliada pelo time do POPline – confira a temperatura final após o seu voto

Na última sexta-feira Normani lançou seu novo single “Motivation”, a primeira faixa onde escutamos a cantora brilhar totalmente sozinha. “Motivation” foi escolhida pela redação do POPline para ser debatida nesta semana aqui no “Termômetro”, a coluna opinativa que avalia músicas e álbuns. Confira as ponderações dos jornalistas e no final não deixa de dar seu voto para definir a temperatura final dessa faixa!

Resenha: Mari Pacheco

Devo confessar que este era uma lançamento pelo qual estava esperando há muito tempo e isso nada tem a ver com o Fifth Harmony. A girlband nunca me interessou muito, porém sabia que viria algo muito especial da Normani, desde que ela iniciou a sua carreira solo. As parcerias foram impecáveis e as performances impactantes, que deixavam sempre um gostinho de quero mais. Finalmente chegamos à “Motivation”, a primeira vez que, de fato, tivemos a oportunidade de ver a cantora brilhar sozinha e ela foi além do que eu imaginava.

A faixa é um presente para os amantes do pop dos anos 1990 e 2000. É nostálgica, tem tudo de melhor que esta época nos proporcionou musicalmente. Normani e seus produtores construíram uma linha melódica que me traz as melhores lembranças: Ashanti, Aaliyah, Destiny’s Child e até o início da carreira solo de Beyoncé. Entretanto, o melhor deste single está no fato dele não soar como cópia do que já foi feito, ou datado.

“Motivation” tem o frescor de 2019, ainda que recheada de referências do passado. O beat e o R&B robusto são saudosistas, mas existe ali, nos vocais, uma novidade. Talvez a convivência com Ariana Grande na turnê “Sweetener” e até o fato de Ariana estar envolvida na composição do single trouxeram uma serenidade para a voz de Normani muito comum nas últimas gravações de Ari, quando ela mergulhou de cabeça no trap e produções minimalistas. Em “Motivation”, Normani mostra seu potencial como vocalista sem partir para o exagero – o que muito me agrada.

A música, sem dúvida alguma, chega em um excelente momento. Os anos 1990 e 2000 vêm sendo celebrados há algum tempo e o “timing” é oportuno. Entretanto, para além do “timing” perfeito, Normani também se faz necessária como artista diante do cenário atual da música pop. Desde Rihanna e Beyoncé não temos uma super estrela negra reinando nos charts do gênero. Apesar de não faltarem grandes nomes e grandes talentos no meio, falta oportunidade. Normani tem muito a contribuir e provou a sua força com “Motivation”, que tem tudo para crescer ainda mais, a medida que a faixa for maturando.

Se eu estava ansiosa para este lançamento, “Motivation” aumentou ainda mais as minhas expectativas em relação ao que Normani poderá produzir no futuro. Ela mesmo disse que o single e o clipe – diga-se de passagem, genial – não mostram exatamente tudo que ela tem a oferecer. Vamos aguardar porque esta garota promete!

Temperatura: 90°

Kavad Medeiros

Com “Motivation”, Normani acertou em cheio. Dá até pra ouvir perfeitamente a influência de Ariana Grande na música. Os vocais de Normani, assim que a música começa, já te lembra de algo que a própria Ariana faria. Mas isso não importa. A música é uma verdadeira ode à era de ouro do R&B, que dominava as paradas nos anos 1990 e 2000, causando uma certa nostalgia a quem viveu isso na época e apresentando o estilo de forma mais precisa às novas gerações. A batida e a melodia casam perfeitamente com a voz de Normani e a música gruda na cabeça da melhor forma possível. “Motivation” é, de longe, a melhor forma de Normani se apresentar solo ao mundo, mostrando o que sabe fazer de melhor: cantar e dançar. E muito! Por aqui, tá todo mundo bem motivado.

Temperatura: 85°

Caian Nunes

“Motivation” representa um forte início de carreira solo para a Normani. A cantora é frequentemente comparada com Beyoncé, mas quem disse que isso é demérito? Beyoncé um dos nomes mais icônicos do pop e ela trouxe uma vibe “Crazy in Love” no clipe, mas sem parecer uma cópia. A comparação é válida, já que Normani tem, como poucas, um poder de presença de palco surreal e isso foi intensamente mostrado no clipe poderoso, sensual e envolvente. Não acho, no entanto, que a música teria o mesmo impacto sem o clipe. A estratégia foi muito boa de ter lançado praticamente tudo junto, assim as pessoas conseguiram entender o pacote completo. Por outro lado, uma outra comparação que pode ser aplicada não é tão positiva. A música é composta por Ariana Grande e dá pra imaginar facilmente a cantora interpretando a faixa. Não é nada grave, mas Normani ainda tem um bom caminho para seguir para procurar sua própria identidade. Há tempo e esse foi um ótimo passo.

Temperatura: 90°

Agora é sua vez

 

Nesta nova versão do “Termômetro”; a nota final da música terá contribuição também da audiência. Nossa redação já escolheu a temperatura para “Motivation”, mas tudo pode muda quando você vota! Registre sua opinião no nosso Instagram Stories.

Ao final do dia de votação, 87% dos nossos seguidores decidiram que “Motivation” é quente, sendo essa a nota de nossa audiência. Acima, você confere a temperatura final!

Escrito por Mari Pacheco

Shawn Mendes comenta suas publicações supostamente racistas do passado: “peço desculpas por tudo”

Guia para Sandy & Junior em São Paulo: Horários, itens proibidos e detalhes