in

Taylor Swift volta a encorajar que fãs votem nas eleições dos Estados Unidos: “muito fácil e rápido”

Nos Estados Unidos votar não é obrigatório, diferente do Brasil, e Taylor Swift tem feito nas redes sociais um trabalho forte para encorajar que seus fãs votem nas eleições legislativas. Nesta quarta-feira (17) ela não só pede que seus seguidores votem, como também participem antecipadamente. Por lá, é possível registar seu voto antes mesmo da data oficial.

“Algo que eu gostaria de ter tido conhecimento quando tinha 18 anos e votei pela primeira vez: ✨VOTAÇÃO ANTECIPADA✨. É tão mais fácil e rápido dar o seu voto antes do dia 6 de Novembro. As votações antecipadas começam HOJE no Tennessee e vão até o dia 1 de Novembro. Você pode checar as datas da votação antecipada no seu estado no link que está na minha bio”, escreveu ela.

Tudo começou quando Taylor Swift se posicionou contra Marsha Blackburn, candidata ao congresso. “Ela votou contra o pagamento igualitário para as mulheres. Votou contra a re-autorização da ‘Violence Against Women Act’, lei que tenta proteger as mulheres da violência doméstica, perseguição e estupro. Ela acredita que as empresas tem o direito de recusar serviço a casais gays. Ela também acredita que eles não deveriam ter o direito de se casarem. Esses não são OS MEUS valores do Tennessee”, escreveu.

Mesmo com polêmica, isso teve um retorno positivo. De acordo com o site Vote.org, após declarações públicas da artista mais de 300 mil novos eleitores se registraram em seus devidos estados para as próximas eleições. Foram 364 mil novos votantes em apenas 3 dias.

Escrito por Caian Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segundo o IFPI, 89% dos consumidores de música no Brasil escutam rádio

Noah Cyrus responde comentários de haters na internet