in

Taylor Swift garante ordem de restrição contra homem que a ameaçou de morte e de estupro

Enquanto todos se sentiam chocados com as ameaças feitas por um homem de 26 anos contra Taylor Swift, a equipe da cantora correu para garantir uma ordem de restrição contra Eric Swarbrick. Segundo o TMZ, o pedido foi concedido e os papeis entregues pelos advogados afirmam que Eric envia ameaças à estrela desde setembro de 2016.

Entre as intimidações estão prenúncio de morte e de estupro porque “a odeia”.”Não há nada que você, seus advogados ou a lei possam fazer a respeito”, diz um dos textos. O conteúdo das ameaças foi noticiado nos últimos dias com a ajuda das redes sociais e do próprio TMZ que revelou ainda que a cantora se sente estressada, com medo e ansiosa.

E isso é visível. Em alguns vídeos da “Reputation Tour”, Taylor se vira rapidamente para trás para checar se realmente está sozinha no palco. Fãs notaram a insegurança da cantora.

Uma das últimas ameaças aconteceu no dia 28 de agosto em carta enviada ao diretor da gravadora de Taylor, a Big Machine Records, com o assunto “acabou”. “Eu quero estuprá-la e estuprá-la especificadamente. É assim que sei que eu sou a alma gêmea de Taylor, eu quero estuprá-la. Ninguém mais. Apenas ela”.

O juiz proibiu Eric de contatar Taylor e de se aproximar da residência da cantora.

Escrito por Amanda Faia

Mac Miller retorna ao Top 10 dos EUA após sua morte

ROCKline: Foo Fighters faz mashup insano de “Imagine” e “Jump” em festival