Streaming ultrapassa TV a cabo no Brasil durante a pandemia
Foto: Unsplash
in

Streaming ultrapassa TV a cabo no Brasil durante a pandemia

Pandemia traz mudanças de consumo significativas, principalmente sobre consumo de Streaming no Brasil

A pandemia vem deixando marcas significativas sobre a alteração da forma de consumo. A exemplo desse fenômeno, uma pesquisa realizada pelo Instituto QualiBest comprova que o Streaming ultrapassou a TV a cabo no Brasil durante o período da pandemia. Os dados coletados entre dezembro de 2020 a março de 2021 apontam que os catálogos de entretenimento on demand (streaming) já ocupam 66% das rotinas dos entrevistados. Enquanto que os canais fechados estão presentes em 40% dos domicílios.

Nas classes A, B e C a predominância do streaming já é uma realidade. Mas, é na classe B que esse dado é mais contrastante, onde 75% dos entrevistados pelo estudo dizem pagar por streaming, enquanto apenas 44% assinam TV à cabo. A base total de assinantes está presente na Netflix, 71%, mas o surgimento de novas plataformas como Disney+, Prime Video e Globoplay também passaram a ser opções aos indivíduos, tornando o mercado ainda mais competitivo.

Já na classe A, a diferença é menor: 71% possuem TV por assinatura e 87% fazem uso de serviços de streaming. De acordo com a Qualibest, os números se justificam pela forte tendência que as pessoas dessa classe seguem em assinar os dois tipos de serviços simultaneamente. Na classe C, a diferença também é grande: 52% dos entrevistados assinam streaming e 27% possuem canais fechados, uma diferença de 25%.

“A pesquisa aponta para um fenômeno fundamental que estamos vivendo hoje, em que o consumidor está claramente mais disposto a pagar por um serviço de streaming do que por uma assinatura de TV – e por vários motivos: além de serem multitelas, as plataformas oferecem uma flexibilidade de assistir filmes e séries muito maior do que a televisão. Essa é uma vantagem fundamental que elas possuem e que, por isso, devem mantê-las na frente da concorrência por muito tempo”, analisa Daniela Malouf, diretora geral do Instituto QualiBest.

Confira os resultados do estudo completo abaixo:

 

Escrito por Láisa Naiane

CD Baby promove workshops gratuitos com plataformas digitais

CD Baby promove workshops gratuitos com plataformas digitais

Gravadora define novo single do "evermore" da Taylor Swift

Taylor Swift: Venda de vinis pode recolocar “evermore” no Top 3 da Billboard