in

Streaming para gêneros musicais específicos: conheça empresas que adotam essa prática

 width=

A era do streaming proporciona o acesso mais simples a determinados gêneros musicais. Com isso, hoje é mais fácil vermos pessoas escutando playlists totalmente misturadas, mas, ainda há um grupo que prefere apenas o seu gênero musical preferido.

Percebendo essa brecha no mercado, empresas começaram a investir nesse setor de nichos. Como exemplo, podemos citar o aplicativo de música Gospel, Louve Fm e o de música clássica, Idagio.

O Louve foi lançado este ano pelo streaming brasileiro Superplayer . Focado em um público com menor poder aquisitivo, o custo do Louve é de R$9,90 mensais, abaixo da média de mercado de streaming. Segundo a revista Exame, a meta do Louve é atingir 50.000 usuários no primeiro ano da plataforma.
Atualmente, o Deezer também investe bastante no setor gospel, com playlists e um catálogo musical amplo.

Já o Idagio é um aplicativo de música clássica criado em Berlim e que existe desde 2015. A plataforma investe na variedade de busca com catálogos variados para compositor, período histórico, formação instrumental e intérprete. O streaming oferece plano gratuito por 14 dias e passa a custar €9,99 por mês (cerca de R$47 reais).

Em agosto, a Apple Music também lançou uma parte específica de curadoria para música clássica, inclusive, com alguns álbuns visuais. 

Escrito por Redação POPLine

Video Viewers, Provokers 2018

Pesquisa promovida pelo Google Brasil mostra como os brasileiros consomem vídeos; veja

Francinne e Wanessa lançam a parceria “Tum Tum”