Foto: Spotify/Divulgação
in

Spotify cresce 20% e obtém 165 milhões de assinantes

O relatório Q2 do Spotify de 2021 aponta que o Spotify possui 365 milhões de usuários ativos mensais e teve um crescimento significativo em receitas de publicidade

O Spotify divulgou hoje (28) o Relatório Q2 de 2021, que corresponde aos meses de abril, maio e junho da plataforma. A gigante do mercado de áudio cresceu 20% em número de assinantes, chegando a 165 milhões de clientes premium e 365 milhões de usuários ativos mensais, com um aumento de 22% em comparação ao mesmo período do último ano nessa categoria. Mas, o resultado nesse último tópico foi aquém as projeções feitas para esse trimestre e refletem os desafios da empresa durante a pandemia.

Os resultados positivos do relatório Q2 foram impulsionados crescimento do consumo do usuário e uma força significativa da publicidade. O Spotify gerou um Fluxo de Caixa Livre positivo de € 34 milhões (cerca de R$ 206 milhões).

Spotify cresce 20% e obtém 165 milhões de assinantes
Spotify Relatório Q2, 2021. Foto: Divulgação

No geral, vimos um retorno a melhores padrões de crescimento na segunda metade do trimestre. Embora continuamos a enfrentar incertezas de curto prazo com relação ao COVID-19, seguimos confiantes na integridade subjacente de nosso funil de usuário e na nossa atividade existente de retenção de usuários que permanece historicamente consistente”, diz o Spotify.

As horas de consumo global continuaram a crescer significativamente no 2º trimestre em um parâmetro de análise anual. Por usuário base, os níveis de consumo global voltaram a crescer no trimestre, liderado por ganhos em regiões desenvolvidas, como América do Norte e Europa.

Spotify Relatório Q2, 2021. Foto: Divulgação

O Spotify celebrou o aumento dos usuários premium e afirmou que adicionou 7 milhões de assinantes no segundo trimestre, o que gerou um crescimento saudável de dois dígitos ano a ano em todas as regiões. O produto padrão na Europa e na América do Norte tiveram bons desempenhos.

A empresa emitiu uma orientação de alta para o crescimento de assinantes e usuários do terceiro e quarto trimestre. O Spotify espera um total de MAUs de 377 milhões a 382 milhões e assinantes pagos de 170 milhões a 174 milhões no trimestre atual. Para o quarto trimestre, projetou 400 milhões a 407 milhões de MAUs em geral e 177 milhões a 181 milhões de assinantes Premium.

A receita do segundo trimestre de € 2,33 bilhões (cerca de R$14.11 bilhões) aumentou 23% ano após ano, devido à “força significativa de publicidade e desempenho superior do assinante”. A receita do Spotify Premium cresceu 17%, para € 2,06 bilhões (R$ 12,4 bilhões), e a receita suportada por anúncios cresceu 110%, para € 275 milhões (R$ 1.6 bilhão).

 

Spotify Relatório Q2, 2021. Foto: Divulgação

A força da Receita Suportada por Anúncios foi liderada pelos canais de vendas Diretas e Podcasts, com o último se beneficiando de um ganho anual de três dígitos nas produções originais do Spotify existentes (The Ringer, Parcast,Spotify Studios e Gimlet) junto com as contribuições da aquisição do Megaphone, o licenciamento exclusivo da Joe Rogan Experience e Higher Ground.

Spotify registrou um prejuízo líquido de € 20 milhões (US $ 24 milhões) no trimestre, uma melhoria em relação a um prejuízo líquido de € 356 milhões (US $ 420 milhões) no segundo trimestre de 2020. Ele relatou uma receita operacional de € 12 milhões (US $ 14 milhões), contra um prejuízo operacional de € 167 milhões (US $ 197 milhões) no período do ano anterior.

No final do segundo trimestre, o Spotify tinha 2,9 milhões de podcasts na plataforma, contra 2,6 milhões no final do primeiro trimestre. A porcentagem de usuários ativos mensais que ouviram podcasts melhorou “modestamente” em relação ao primeiro trimestre, quando cerca de 25% do total de usuários ouviram podcasts, disse a empresa.

De acordo com a Variety, o CEO do Spotify Daniel Ek foi questionado durante o anúncio dos resultados do relatório se a empresa estava considerando expandir para eventos ao vivo. Embora ele se recusou a comentar sobre os “testes” que a empresa está conduzindo, ele disse que: “estamos envolvidos em eventos ao vivo há muitos e muitos anos”.

O executivo observou que os músicos podem vender ingressos para shows por meio do Spotify e que o Rap Caviar do Spotify já apresentou shows ao vivo nos EUA e no Reino Unido. Além disso, no início deste ano, a empresa realizou uma série limitada de shows virtuais com ingressos a US $ 15. No final das contas, ele disse: “Queremos trabalhar com o maior número possível de parceiros (…) para transformar os ouvintes em fãs e os fãs em superfãs”.

“Esperamos passar para um lançamento comercial completo de Spotify Greenroom ainda este ano, com foco inicial em esportes, cultura pop, música e entretenimento. Durante o trimestre, começamos a lançar nossa plataforma de assinatura paga para podcasters nos Estados Unidos. Além disso, como parte de nossa estratégia de plataforma Spotify Open Access, anunciamos várias novas parcerias destinadas a abrir nossa plataforma para conteúdo de terceiros, com acesso pago, com o objetivo de nos tornarmos o navegador de áudio líder mundial”, disse o Spotify no relatório.

O Spotify também citou o novo álbum de Olivia Rodrigo, “Sour”, que em maio estabeleceu o recorde de maior estreia em streaming para qualquer álbum na plataforma até agora em 2021, com mais de 63 milhões de streams no primeiro dia em todo o mundo. Confira o relatório completo acessando aqui. 

 

Escrito por Láisa Naiane

Taylor Swift é a artista que mais vendeu no Reino Unido em 2021, até agora

The Weeknd instiga fãs: “a contagem regressiva começou”