Lorde. Foto: Twitter
in ,

“Solar Power”: Lorde tem capa censurada em países conservadores

Plataformas de música da China, Japão e Arábia Saudita ganharam nova versão do trabalho

A cantora Lorde surpreendeu o mundo ao posar de biquíni para a capa de “Solar Power”, primeiro lançamento de seu terceiro álbum de estúdio, que carrega o mesmo nome do lead-single, mas teve que adequar a arte promocional para poder veicular o trabalho em determinados países de cultura mais conservadora como China, Japão e Arábia Saudita.

Se no ocidente o tema praiano é livremente exposto na imagem, mostrando uma visão panorâmica da artista neozelandesa dando um salto por cima da câmera – evidenciando suas pernas e até o bumbum, por lá, as partes do corpo da pop star é desfocada pela luz do sol.

A, então, novidade foi notada por usuários de aplicativos de música em vários países, incluindo China e Japão, que não tiveram acesso ao trabalho original, divulgado pela artista. Nas principais plataformas de streaming de música da China, como NetEase Cloud Music e QQ Music, a arte da capa de “Solar Power” obscurece o bumbum de Lorde com o que parece ser a luz do sol.

Vale lembrar que conteúdo relacionado à pornografia, incluindo insinuações sexuais ou exposição de partes do corpo de forma explicita, são objetos frequentes de censura na China, e isso inclui qualquer conteúdo que as autoridades considerem excessivamente sexual ou explícito.

Lorde, capa alterada: Foto: Twitter

O Spotify não está disponível na China continental, mas os usuários em Hong Kong, por exemplo, são direcionados a uma página da web que apresenta uma outra versão. A “Vice” descobriu que a capa censurada também é exibida para usuários do Spotify no Japão. Enquanto isso, aqueles em outras partes do mundo, como Brasil, Estados Unidos, África do Sul, Egito, Taiwan, Coréia do Sul, Cingapura e Índia estão com acesso livre ao produto idealizado pela cantora.

Lorde. Foto: Divulgação

A presença de duas versões diferentes parece ser o caso também do Apple Music, com a arte alterada pela luz do sol, o conteúdo modificado também aparecendo para usuários na China continental, Hong Kong, Japão, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Escrito por Leonardo Rocha

Entenda como fica o MAMAMOO após Wheein deixar a agência RWB

Noiva de Whindersson Nunes desabafa dias após morte do filho