in ,

Sintetizador com DJ Filipe Guerra: A Pista é Pop

http://162.144.206.181/~popline/wp-content/uploads/2010/12/djfilipeguerrathumb.jpgSe você parar para ouvir as músicas que estão entre o top 20 da parada norte-americana “Billboard”, fica fácil entender qual é o novo foco da música pop. “Katy Perry – Firework”, “Ke$ha – We R Who We R”, “Enrique Iglesias – Tonight”, “Black Eyed Peas – The Time”, ” Rihanna – Only Girl”, ” Chris Brown – Yeah 3x”, “Taio Cruz – Dynamite”, são apenas alguns dos exemplos da força da Dance Music.

Mas, quando surgiu a Dance Music? Na década de 70 o movimento musical de liberdade saido dos clubs Nova Iorquinos,influencia uma geração que começa a usar sons eletrônicos na música. Abba, Donna Summer, Bee Gees, começaram a tocar em todas as rádios do mundo, com hits que inovaram a maneira de produzir música, até então dominada pelo rock. Em 1979 Michael Jackson lança seu “Off the Wall” e milhares de pessoas se rendem ao som das discotecas da época.

Durante a década de 80, a música eletrônica ganha novas denominações e novos formatos (surge o New Wave), com a criatividade que fez construir tudo que viria na próxima década. Depeche Mode, é um dos maiores representantes daqueles que tinham a preocupação em levar a experimentação eletrônica para a música pop. Nessa mesma época, surge a banda Pet Shop Boys, e o single “Girls Just Want to Have Fun” de Cindy Lauper, com uma sonoridade que continua influenciando nas músicas que ouvimos agora no rádio.
Fazendo uma mistura de toda essa mudança musical e cultural da sua época, surge Madonna, que até hoje é uma dos maiores ícones da música pop a levar a Dance Music ao topo das paradas de sucesso.

A Europa se torna o berço da Dance Music, e em 1989 apresenta para o mundo “Technotronic” com “Pump up the Jam”, mudando mais uma vez aspectos culturais da geração dos anos 90, que a partir dai idolatraria nomes como “Culture Beat”, “Alexia”, “Whigfield”, “Haddaway”, “NIck French”, fazendo o estilo musical sair dos guetos e clubs undergrounds para os melhores espaços nas rádios. A partir dai a Dance Music ganha o posto de música comercial, vira um segmento da música pop, e as gravadoras começam a investir pesado em novos artistas.

O Dj, o mais importante formador de opinião desse movimento vira queridinho da mídia, e surgem os grandes nomes que mandam hoje: Daft Punk, David Guetta, Fat Boy Slim, Alex Gaudino, Fedee Le Grand, Steve Angello,Sebastian Ingrosso, Laidback Luke, Axwell e tantos outros responsáveis por aproximar a música dos clubs com o mainstream pop.

Nos últimos 10 anos, a sonoridade, que já era sucesso nos charts europeus, acabou se propagando para o resto do mundo, e os grandes artistas pop naturalmente absorveram essa evolução musical. Artistas como Lady Gaga,Black Eyed Peas e David Guetta com sua “When Love Takes Over” em parceria com a “ex-Destiny Child” Kelly Rowland, são exemplos dessa nova era da música. Seus hits são campeões de vendas e downloads, atingindo o topo dos topos das paradas de sucesso. A dance music é mais pop do que se imaginava. Viva aos novos tempos!

Escrito por Redação POPLine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Christina Aguilera no Brasil: Ela vem promover filme e linha de roupas

“Good Hit”: Veja a prévia do novo videoclipe de Jennifer Lopez