Piloto do live-action de "As Meninas Superpoderosas" é rejeitado pela The CW
in ,

Com Dove Cameron, série das Meninas Superpoderosas é rejeitada

A emissora The CW não gostou do episódio piloto e roteiro será refeito

O tão aguardado live-action de “As Meninas Superpoderosas“, com Dove Cameron, Chloe Bennett e Yana Perrault, não deve estrear tão cedo. O problema é que o canal The CW rejeitou o piloto da série e agora o roteiro da produção terá que ser reescrito. Com isso, a série, que tinha previsão para estrear ainda em 2021, ficou para o segundo semestre de 2022.

Piloto da aérie live-action de “As Meninas Superpoderosas” foi gravado em 2020 (Foto: Reprodução/TMZ)

Assim que a produção foi anunciada, apesar dos comentários negativos que as fotos de bastidores causaram, o público e a mídia estavam empolgados para ver o resultado desse trabalho. Afinal, “As Meninas Superpoderosas” foi um desenho que fez bastante sucesso entre o final dos anos 90 e início dos anos 2000. Ou seja, as expectativas eram altas.

Talvez seja justamente por isso que a The CW não tenha desistido do live-action de uma vez. Um novo roteiro será escrito por Heather Regnier, que irá aproveitar o trabalho já feito pela roteirista Diablo Cody, que já estava cuidando do projeto nesse primeiro momento.

Elenco do live-action pode mudar?

Com o novo roteiro que será produzido para “Powerpuff“, nome que foi dado ao live-action, pode rolar uma mudança no elenco. Até o momento, Dove Cameron, que já é conhecida pela suas músicas e o trabalho na trilogia “Descendentes“, segue no papel de Lindinha.

Chloe Bennet e Yana Perrault, também continuam confirmadas como Florzinha e Docinho, respectivamente. Donald Faison, que foi escolhido para interpretar o Professor Utônio, segue no personagem. Mas, tudo pode acontecer, né? De qualquer forma, a série deve estrar na grade do canal apenas em setembro ou outubro do ano que vem.

Conheça a história

Em “Powerpuff” nós iremos acompanhar Lindinha, Florzinha e Docinho em outro momento de suas vidas. Agora com cerca de 20 anos, o objetivo da série é mostrar como a vida de combate ao crime durante a infância transformou as protagonistas em jovens problemáticas. Interessante, né? Agora é torcer para The CW aprovar novo roteiro.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Victor Viana

Lil Nas X explica como rasgou a calça ao vivo durante o “SNL”

Nicki Minaj estende próprio recorde na Billboard Hot 100

Nicki Minaj estende próprio recorde na Billboard Hot 100