in ,

Sem lançamentos, Rihanna chega a 51 milhões de ouvintes mensais no Spotify

Este é um feito inédito na carreira da cantora que não lança álbuns há 6 anos

Foto: Getty Images (Uso autorizado POPline)

As definições de rainha foram atualizadas! O mundo inteiro está ansioso pelo retorno triunfal de Rihanna à música. Seu último álbum chegou em 2016, ou seja, há seis anos e desde então, a cantora está focada em promover suas marcas milionárias Fenty Beauty e Savage X Fenty, dedicadas ao ramo da beleza e lingeries. No entanto, a diva segue mostrando todo o seu poder e atingiu mais um feito inédito em sua carreira, no Spotify.

Leia mais:

Foto: Getty Images (Uso autorizado POPline)

Rihanna é uma das artistas mais aclamadas da década, se tornou a mulher bilionária mais jovem dos Estados Unidos, tendo um império, construído através de seu próprio trabalho, avaliado em aproximadamente US$ 1,4 bilhão (algo em torno de R$ 7,4 bilhões). Além disso, recentemente, se tornou mamãe de primeira viagem ao lado do rapper, A$AP Rocky.

Acostumada com a casa dos milhões, Rihanna acaba de alcançar a incrível marca de 51.221.496 milhões de ouvintes mensais no Spotify, sendo um feito inédito na carreira da cantora, mesmo sem ter feito mais nenhum lançamento. Vale destacar que, depois de ter dado a luz, a estrela pouco apareceu em público, exceto para acompanhar seu marido em alguns festivais.

Foto: Spotify

“ANTI”: Álbum de Rihanna assume sozinho o posto de 4º disco feminino com mais tempo na Billboard 200

Enquanto o mundo segue aguardando, já até impacientemente, pelo novo álbum de Rihanna, o último lançamento da cantora, o “ANTI”, de 2016, segue fazendo história e é agora, sozinho, o 4ª disco feminino com mais tempo na Billboard 200.

Foto: Getty Images (Uso autorizado POPline)

Na última atualização da principal parada de álbuns dos Estados Unidos, o “ANTI” aparece na 107ª posição e completa sua 325ª semana dentro da lista.

Com isso, o disco de Rihanna desempata com o “Tapestry”, de Carole King, e assume a 4ª posição entre os discos femininos que ficaram mais tempo na Billboard 200. Acima dela, estão apenas:

  1. Adele – 21 (541 semanas)
  2. Lana Del Rey – Born To Die (441 semanas)
  3. Taylor Swift – 1989 (397 semanas)

Escrito por Lucas Moraes

Após internação, Galvão Bueno tranquiliza: "Tudo ótimo"

Após internação, Galvão Bueno tranquiliza: “Tudo ótimo”

Fã rouba colar de Gusttavo Lima durante show; assista

Fã rouba colar de Gusttavo Lima durante show; assista