in

“Se bebesse mais quinze dias, eu morria”, relembra cantor Solimões, da dupla com Rionegro, sobre alcoolismo

Fenômeno nos anos 1990 ao lado do parceiro Rionegro, o cantor Solimões revelou em reportagem ao programa “Domingo Show” que travou uma grande luta contra o alcoolismo que quase acabou com a sua vida. “Hoje em dia, eu não tenho vontade de beber, fumar. Por que se fosse para ficar com vontade, eu ia morrer fazendo isso. Eu tive um desiquilíbrio. Se eu começasse a beber, não queria que amanhecesse pra poder continuar bebendo à noite. A festa acabava, eu ia caçar outro lugar. Tomava o que desse. O que me desse felicidade eu tava tomando”. Foi quando um profissional pediu para que ele reavaliasse suas atitudes: “Eu parei de beber de 2000 até 2005 pra poder administrar minha vida. Em 2006, eu comecei a beber socialmente! Em 2007, fiquei doido. Já em 2008, não bebi o ano todo, mas no final do ano meu médico me disse que se eu bebesse mais quinze dias, eu morria”. O cantor frisou que está livre do vício desde 2009!

Escrito por Redação POPLine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Big Machine Records fecha acordo e Taylor Swift pode cantar músicas antigas no American Music Awards

Kanye West anuncia estreia de sua primeira ópera para próximo domingo