(Foto: Reprodução / Instagram @sabrinacarpenter)
in ,

Sabrina Carpenter entra na parada britânica pela 1ª vez

“Skin”, novo single de Sabrina Carpenter, está no Top 30 do Reino Unido.

Olha o efeito “Drivers License” aí! Toda a fofoca em torno do triânguloso amoroso formado por Olivia Rodrigo, Joshua Bassett e Sabrina Carpenter está beneficiando a todos. Sabrina entrou na parada de singles britânica pela primeira vez em sua carreira.

O single “Skin”, que traz alusões diretas a “Drivers License” embora Sabrina diga que a música não é só sobre Olivia Rodrigo, entrou no Top 30 da parada do Reino Unido. A música estreou em 28º lugar. Sabrina pode conseguir também sua primeira entrada na Billboard Hot 100 na semana que vem.

A parada britânica continua liderada por Olivia Rodrigo e sua “Drivers License”. O single completou três semanas consecutivas na liderança.

O único que não tem tido tanta sorte com seus singles é Joshua Bassett. Ele está fora das paradas britânica e americana. O público tem se interessado mais pelos discursos femininos de Olivia e Sabrina.

Sabrina Carpenter diz que “Skin” não é sobre Olivia Rodrigo e triângulo amoroso da Disney

O ano é 2021 e estamos falando sobre um triângulo amoroso da Disney? Parece algo um pouco ultrapassado, mas é o que mais se fala na mídia internacional! Os envolvidos são Olivia Rodrigo (fenômeno musical do momento), Joshua Basset – esses dois de “High School Musical: A Série” e ainda Sabrina Carpenter (de “Garota Conhece o Mundo“).

Todos os três lançaram uma música que envolve os encontros e desencontros com esse triângulo. Para resumir: Olivia Rodrigo estava com Joshua Basset e, logo que eles terminaram, ele começou um relacionamento com Sabrina Carpenter.

(Foto: Divulgação)

As músicas que saíram disso foram “drivers license”, de Olivia Rodrigo, “Lie Lie Lie”, de Joshua Basset, finalmente “Skin”, de Sabrina Carpenter. No entanto, ninguém confirma que se trata sobre o assunto. As informações são extraoficiais!

“Não fiquei incomodada com algumas linhas de uma música (magnífica) e escrevi uma diss track sobre ela. Eu estava em um ponto crítico na minha vida por inúmeras razões, então fui inspirada a fazer o que normalmente faço para enfrentar, escrever algo que gostaria de ter dito a mim mesma no passado. As pessoas só podem chegar até você se você der o poder para isso. E muitas pessoas estavam tentando chegar até mim. A música não está chamando uma única pessoa. Algumas linhas abordam uma situação específica, enquanto outras linhas abordam muitas outras experiências que tive no ano passado. Também mostra que muitas coisas realmente me incomodaram… E ainda estou aprendendo a não dar a outras pessoas tanto poder sobre meus sentimentos. Eu sei que muitos de vocês lutam com a mesma coisa. Eu não quero que isso se torne um ciclo interminável, então, por favor, não aproveite isso como uma oportunidade para enviar mais ódio para alguém”, escreveu Sabrina no Instagram.

Escrito por Leonardo Torres

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez

Como Luísa Sonza se tornou 2ª cantora mais ouvida no Spotify?

Luísa Sonza bate um bilhão de visualizações no YouTube