in

Rouge assina contrato com a Sony Music e anuncia lançamento de catálogo de álbuns nas plataformas digitais

Prestes a lançarem um single inédito, Aline, Fantine, Karin, Lissah e Luciana assinaram contrato com uma grande gravadora nesta quarta (29/11) no Rio de Janeiro. Isso mesmo: o Rouge agora faz parte do casting da Sony Music Brasil – a mesma pela qual lançou todos seus álbuns e DVDs no passado. No país, a Sony também representa artistas como Nego do Borel, Pabllo Vittar, Jota Quest e Preta Gil.

Hoje tem uma GRANDE NOVIDADE do @grupoRouge! Às 19h no Facebook da @SonyMusic 😱😱😱

Uma publicação compartilhada por POPline 🎧 (@portalpopline) em

A parceria do Rouge com a Sony Music, neste momento, implica no lançamento de “Bailando” – single que já está gravado, mas que, segundo elas, pode ter o nome alterado. As cantoras também adiantam que a música ganhará um clipe com coreografia. Além disso, o catálogo da girlband – com quatro álbuns de estúdio – será disponibilizado oficialmente nas plataformas digitais: um pedido antigo dos fãs, finalmente atendido.

Em 2018, o Rouge fará uma turnê nacional de verdade – sua primeira desde 2005. Além do Rio de Janeiro e de São Paulo, onde a girlband se apresentou neste ano, várias outras cidades entrarão na agenda. O grupo agora é agenciado por Pablo Falcão, o responsável pela festa “Chá da Alice”, que promoveu o reencontro do quinteto em sua formação original. O mesmo “Chá” colocou Xuxa Meneghel em turnê novamente também.

Durante a transmissão ao vivo, os fãs perguntaram sobre a possibilidade de lançar parcerias. Elas citaram Anitta e Shakira, mas afirmaram que no momento estão tentando entender como será essa nova fase do Rouge, para só então fazer convites.

Sobre o lançamento de um novo álbum (ou gravação de DVD), as meninas fizeram mistério: “perguntem para a Sony Music”, brincaram.

Elas ainda comentaram a experiência da volta no “Chá Rouge”, ressaltando a emoção. “Foi de arrepiar, foi um surto. A gente fez uma das maiores loucuras da nossa vida, a gente armou tudo em 15 dias”, falou Karin. “Eu não tinha visto as meninas há 13 anos, de repente a gente teve duas semanas para ensaiar os shows, se equalizar, lembrar letras”, comentou Luciana, que retornou ao grupo.

“O mais louco de tudo isso foi quando a gente subiu no palco e teve a sensação de como se o tempo não tivesse passado, como se nunca tivéssemos parado de fazer isso… Como se o público não tivesse crescido. O que chegou no palco para a gente foi uma onda de pureza e inocência”, lembrou Fantine.

Confira a transmissão ao vivo na íntegra:

Escrito por Caian Nunes

Ariana Grande lucra mais de US$ 71 milhões com sua “Dangerous Woman Tour” e fica na frente de Bruno Mars e Lady Gaga

Clipe de “Pesadão” atinge 20 milhões de visualizações, marca inédita na carreira da IZA