Foto: Reprodução / Twitter
in ,

ROCKline: um bate-papo com o titã do rock nacional Nando Reis

Cantor e compositor fala sobre o relançamento do álbum “Para Quando o Arco-íris Encontrar o Pote de Ouro”, entre outros projetos

Terça feira, 07.06.2022, 11:15h da manhã. Cabisbaixo, repasso as perguntas que tinha anotado em um pedaço de papel de frente para a câmera do celular quando, do outro lado, aparece ele, Nando Reis. Já nos encontramos outras vezes por conta dos nossos trabalhos, mas, confesso, sempre fico intimidado. O cara escreveu vários hinos que embalaram inúmeros momentos da minha vida. Conversar com ele é sempre um aprendizado, e dessa vez, claro, não foi diferente.

LEIA MAIS: 

A ocasião que me traz a esse papo é o relançamento, vinte e dois anos depois, do disco “Para quando o arco íris encontrar o pote de ouro”. Produzido por Jack Endino, pelo saudoso Tom Capone e pelo próprio cantor e compositor, Nando conta que, na época da gravação do disco, não conseguiu deixá-lo como gostaria, já que teve muito pouco tempo em Seattle, onde parte dele foi gravado.

Nando Reis e Jão. Foto: Divulgação

As vozes foram gravadas no Brasil. Quando perguntado sobre a alta carga sentimental que o disco carrega, Nando concorda:

“É um disco que tem duas pessoas que não estão mais aqui e que eu amo muito: O Tom (Capone) e a Cássia (Eller)” diz ele. Se o amigo e produtor faz muita falta, a amiga e confidente, então, nem se fala “Ela fez muito desse disco acontecer. “All Star”, “Relicário”, nossa, como essas músicas ganharam força com ela. E, claro, são vinte e um anos sem ela, a dor fica menos difícil de lidar, mas a saudade, mesmo com o tempo ajudando a amanar, ainda é muito grande”.

Parcerias de Nando

Pergunto sobre Elana Dara, jovem cantora que divide os vocais com ele na nova versão de “Hey babe” e Nando abre um sorrisão. Segundo ele, quem deu a maior força para a parceria foi Vânia, sua esposa. Nando conta que, ao ouvi-la, Vânia ficou encantada. Ele, então, fez o convite, sem saber de um sinal que unia os dois: Elana nasceu no ano que o disco foi lançado. “Ela tem uma voz incrível e uma presença muito forte. Trabalha bem os graves na voz, que dão a ela muita personalidade. E eu adoro cantar com mulheres! As músicas ficam muito mais bonitas com a voz delas” afirma o ruivo. Concordo em gênero, número e grau, meu ídolo.

Foto: Carol Siqueira

Colomy

Com o gancho de estar jogando luz em uma cantora em início de carreira, lembro que a banda do filho, Sebastião Reis, a Colomy, também é constantemente companhia do pai na estrada para os shows de abertura. Como sempre é muito generoso com qualquer artista novo que o aborda, pergunto a Nando se ele quer ser a porta de entrada para as novidades do mundo da música nacional em seus shows. Nando agradece, mas pondera: “isso não é uma estratégia. Eu apenas ouço e, quando gosto, procuro ajudar apresentando para o meu público, assim como eles me apresentam para o deles” diz ele, com a humildade habitual.

Foto: Lucas Redondo

“Gravei com o Jão e vi muita gente no canal dele no Youtube sem saber quem eu era, assim como muita gente que me curte veio até mim elogiar o Jão. E vejo que, quem me segue, não é careta para as novidades. O país já está careta demais, isso não precisa chegar na música, né?”, acerta mais uma vez o cantor. E isso, para o bem ou para o mal, acaba levando o papo para o momento atual do país. Nando desabafa: “Cara, tá tudo muito ruim. É horrorosa a situação que estamos vivendo, além de inacreditável. Mas tenho esperança que em outubro, isso termina”, diz Nando, contando também com a minha torcida e de boa parte do país.

Nando Reis estreia Podcast em um bate-papo com Jão
Nando Reis estreia Podcast em um bate-papo com Jão. Foto: Carol Siqueira/Divulgação

LEIA MAIS: 

Turnê ‘PittyNando’

Para fechar o papo, conversamos sobre o início da turnê em conjunto com a cantora Pitty, o “PittyNando”, que começa no próximo sábado, dia 11 de junho, no Festival João Rock e mais uma vez, Nando se derrete pela princesa do rock nacional (lembrem-se que a Rainha é Rita Lee!).

“Ela é incrível, um ser humano fantástico! O Brasil tem muita sorte de ter mulheres do naipe da Rita e da Pitty à frente do rock! Extremamente profissional, talentosa, uma voz linda, atitude, enfim, tudo de bom!”, sentencia ele.

Como não poderia deixar de ser e levando em consideração o histórico do ruivo, fica a pergunta: e aí, Nando, teremos música inédita sua com a Pitty: “Claro!”, exclama ele com um sorriso como o de uma criança que acaba de ganhar aquele presente que pedia há tempos. “Já está pronta, porém, ainda não gravamos. Mas, isso vai acontecer em breve!”, entrega ele.

Pitty e Nando Reis – Foto: Divulgação

E o Brasil agradece mais essa parceria entre dois titãs do rock nacional que tem tudo para ser simplesmente incrível!

Brigadão, Nando! Até a próxima!

Por: Paulinho Coruja

Escrito por Magda Pinheiro

Além do trailer, "Adão Negro" tem foto de bastidores divulgada

Além do trailer, “Adão Negro” tem foto de bastidores divulgada

Conrado, dupla com Aleksandro, recebe alta de UTI após acidente

Conrado, dupla com Aleksandro, recebe alta de UTI após acidente