Rihanna novo álbum
Foto: Reprodução Instagram @badgalriri
in ,

Rihanna tem a melhor reação quando um rapaz não a reconhece

Cantora Rihanna participou de manisfestação #StopAsianHate.

Rihanna esteve em uma manifestação do movimento #StopAsianHate, contra o racismo que os asiáticos sofrem, em Nova York. Além de fazer sua parte como cidadã, ela interagiu com as outras pessoas que estavam por lá. Em um certo momento, no entanto, um rapaz não a reconheceu. Para uma estrela do porte dela, isso é raro, não é mesmo?

Em um certo momento, Rihanna revelou sua identidade. Ela pegou o celular do rapaz e abriu seu Instagram. Ele nem acreditou!

Rihanna deu o seu Instagram para ele, mas ele achou que era uma pegadinha“, escreveu uma amiga da cantora, compartilhamento o momento.

Veja:

Rihanna estava muito engajada e faz com suas próprias mãos um cartaz contra o ódio a asiáticos. Certíssima!

Engraçado
Foto: Reprodução / Instagram

BTS se posiciona contra racismo que asiáticos sofrem

Está ocorrendo um forte movimento na internet contra o racismo que pessoas asiáticas recebem. O motivo foi um brutal crime em Atlanta, no estado da Geórgia, Estados Unidos, onde pelo menos 6 mulheres asiáticas foram assassinadas. Com isso, a campanha #StopAsianHate está circulando na internet para demonstrar apoio a todos que sofrem com esse preconceito.

Os asiáticos mais conhecidos do mundo são RM, Jimin, Suga, J-Hope, Jungkook, V e Jin, membros do BTS. Portanto, eles não poderiam deixar de fazer um pronunciamento. Com isso, uma carta aberta foi divulgada nesta terça-feira (30).

Leia o pronunciamento do BTS

“Enviamos nossas mais profundas condolências aqueles que perderam seus entes queridos. Sentimos tristeza e raiva. Relembramos momentos em que enfrentamos discriminação como asiáticos. Suportamos palavrões sem motivo e fomos ridicularizados por nossa aparência. Fomos ate questionados por que os asiáticos falavam em inglês”, desabafou o grupo.

Não podemos traduzir em palavras a dor de nos tornarmos alvo de ódio e violência por tal motivo. Nossas próprias experiências são irrelevantes em comparação com os eventos que ocorreram nas últimas semanas. Mas essas experiências foram suficientes para nos fazer sentir impotentes e destruir nossa autoestima“, continua

O que está acontecendo agora não pode ser dissociado de nossa identidade como asiáticos. Levou um tempo considerável para discutirmos isso com cuidado e refletirmos profundamente sobre como devemos expressar nossa mensagem. Mas o que nossa voz deve transmitir é claro. Somos contra a discriminação racial. Condenamos a violência. Você, eu e todos nós temos o direito de ser respeitados. Estaremos juntos“, completou em comunicado.

O comunicado foi feito em coreano e em inglês, para que todos entendam.

Escrito por Caian Nunes

Globoplay negocia direitos de "Rebelde" e shows do RBD, diz site

Globoplay negocia direitos de “Rebelde” e shows do RBD, diz site

BTS celebra parceria de sua agência com Justin Bieber, Ariana Grande e mais