Retrospectiva com brasileiros e destaque internacional
Fotos: Divulgação / Reprodução Instagram @anitta e @pabllovittar
in ,

Retrospectiva: Os artistas que chamaram atenção fora do Brasil em 2020

O ano de 2020 foi atípico, mas o mundo da música se movimentou.

No mundo do streaming, é mais fácil ultrapassar fronteiras e artistas brasileiros se destacarem em outros países. Afinal, todo o catálogo está disponível online para qualquer ouvir, onde estiver. Isso acontece de forma orgânica em alguns casos, mas em outros é realmente um projeto – os artistas trabalham duro para isso. Em 2020, apesar de ter sido um ano tão atípico, isso aconteceu. Ainda há a barreira da língua, já que o português é pouco falado nos principais mercados, mas isso não impede de existir os destaques, como os que listamos abaixo. Relembre!

Anitta

foto: Divulgação

Anitta não só chamou atenção fora do Brasil, como também está no caminho para se tornar, de fato, uma artista internacional. Só de falar em colaborações, dá pra citar muitas, mas vamos destacar uma. Neste ano, saiu “Me Gusta“, sua música com Cardi B, uma das maiores rappers americanas, e Myke Towers. Só aí, dá pra perceber o quão longe ela chegou.

Foi com “Me Gusta” que Anitta teve o espaço para cantar em um dos programas de televisão mais tradicionais dos Estados Unidos, o “The Tonight Show Starring Jimmy Fallon”. Ela filmou direto do Pão de Açúcar, ponto turístico do Rio de Janeiro.

O que vai definir a carreira internacional de Anitta, no entanto, vai ser seu álbum “Girl From Rio“, com previsão para 2021. Agora, ela é contratada da gravadora Warner Records americana e, pela primeira vez, terá um projeto totalmente voltado para a dominação mundial. O produtor é o renomado Ryan Tedder, responsável por hits de Adele, Beyoncé, Demi Lovato, entre outros artistas. A ideia é levar estilos brasileiros com uma linguagem internacional, algo ousado, mas que tem tudo para dar certo.

Giulia Be

Menina Solta
Foto: Divulgação

Vai ter que superar, ah-ah-ah / Essa menina solta, essa menina solta“… Com certeza você ouviu essa refrão exaustivamente. “Menina Solta” foi lançada em 2019, mas foi neste ano que ganhou o mundo. Primeiro, o destaque foi em Portugal, chegando a ficar em primeiro lugar no Spotify do país por oito dias (e continua no top 50). Por lá, também deu muito certoInesquecível“, parceria com Luan Santana.

Ficou claro, então, que a música “Menina Solta” teria potencial para o mercado externo. Para isso, foi lançada a versão “Chiquita Suelta“. Um acerto! A música ficou entre as mais tocadas das rádios do México, um dos maiores mercados latinos.

Em recente entrevista ao POPline, Giulia Be comentou o sucesso da música. “Estou externamente feliz com esse sucesso, sendo uma brasileira representando. É uma música que eu quero levar pro mundo todo e ter os primeiros passos lá é surreal, estou grata”, disse ela.

Mais para o fim do ano, Giulia Be apareceu em “17”, faixa do cantor e compositor norte-americano Pink Sweat$. São dois remixes. Ele foi lançado com duas versões – uma na qual Giulia Be canta em inglês com Pink Sweat$ e outra na qual ela canta em espanhol.

Luisa Sonza

Luísa Sonza Internacional
Foto: Divulgação

Em 2020 Luísa Sonza apareceu em suas primeiras parcerias internacionais. Na verdade, no finalzinho de 2019 já começou. Ela cantou em “The Weekend“, parceria com a boyband PRETTYMUCH. O grupo foi fundado em 2016 por Simon Cowell, conhecido por ser jurado dos reality shows “American Idol” e “The X-Factor”, que revelaram muitos talentos.

Pulando para outubro, saiu “Friend De Semana“, com a estrela mexicana Danna Paola e a espanhola Aitana. Foi, de fato, uma entrada da brasileira no mercado latino, com grandes colaborações.

Ela estava programando até sua primeira turnê internacional, com shows nos Estados Unidos, mas não rolou por conta da pandemia do Covid-19.

Pabllo Vittar

Álbum 111
Foto: Ernna Cost

Em 2020, Pabllo Vittar já tinha sido apresentada ao mercado internacional com “Flash Pose“, sua parceria com Charli XCX. Em março, veio outra parceria de peso: “Tímida“, com Thalía. Consagrada como a drag queen mais seguida das redes sociais, Pabllo começou a ser vista como um nome forte no mercado estrangeiro. Ela, portanto, foi marcando um evento atrás do outro em diversos países como Estados Unidos, Alemanha e Espanha. Alguns deles foram cancelados por conta da pandemia do Covid-19, mas outros foram realizados de forma online ou adiados para 2021.

Pabllo Vittar também ganhou prêmios internacionais! Em novembro ela foi eleita a “Drag Hero” no evento britânico “GAY TIMES Honours 500”, revista na qual ela também foi capa. Também foi eleita, pelo segundo ano seguido, a melhor artista brasileira no EMA – Europe Music Awards.

Manu Gavassi

Manu Gavassi internacional
Foto: Rodolfo Magalhães

Tamborzin Tamborzin“. Em 2020, Manu Gavassi emplacou um hit internacional que nem é dela! Trata-se de “Don’t Start Now“, da Dua Lipa. Sem tirar o mérito da britânica, já que a música já era um sucesso internacional de qualquer forma. No entanto, no Brasil, com certeza Manu deu uma forcinha quando fazia a coreografia em sua participação no reality show Big Brother Brasil 20, viralizando de forma incrível!

Dua Lipa chegou até a gravar um vídeo e foi exibido em uma das festas do BBB. No final do ano, a britânica mandou um vídeo para Manu, fazendo o convite para os fãs e a cantora prestigiarem o “Studio 2054” (sua live). Além disso, sugeriu cantar “Don’t Start Now” juntas e ainda encerrou com o famoso “Tamborzin, tamborzin”:

Além da interação com Dua Lipa, Manu Gavassi chegou a entrar nas paradas da Billboard “Social 50” e “Emerging Artists”.

IZA

IZA internacional
Foto: Divulgação

O maior destaque internacional de IZA este ano foi a parceria com a ONU (Organização das Nações Unidas) para a campanha “Be The One“. Para isso, foi lançada a música “Let Me Be The On“, com Maejor, em um clipe superproduzido (gravado antes da pandemia).

A música faz parte da campanha #BeTheOne, criada pela Fundação Humanity Lab junto com a Organização das Nações Unidas (ONU) a fim de dar visibilidade para os refugiados e incentivar as pessoas a serem “agentes de liderança” em suas comunidades, construindo um futuro melhor. “Pra mim, aquela gravação é o resumo do que essa campanha é: um bando de gente falando cada um uma língua, mas todo mundo se entendendo, todo mundo junto. Falando sobre a importância de falar da história um do outro. Todo mundo ali sabia que tinha sido escolhido por sua história, e isso acabou fazendo eles se sentirem homenageados, representados e importantes”, destaca a cantora, que dá voz a versos em inglês e em português nesta canção.

Ludmilla

Ludmilla internacional
Foto: Divulgação

Além de chamar a atenção da Cardi B, com quem entrou em estúdio e promete uma parceria, Ludmilla lançou parcerias internacionais este ano. Teve uma versão remix de “Verdinha” com o cantor americano Nicky Jam e Topo La Maskara, da República Dominicana.

Também teve Ludmilla em “Fuego Del Calor“, ao lado de Scott Storch, Papatinho, Ozuna e Tyga, grandes nomes internacionais.

Kevin o Cris

Kevin o Cris internacional
Foto: Divulgação

Kevin o Cris já cantou até com Drake, mas este ano ele foi notado por Rosalía, grande estrela espanhola do momento. Durante live, a cantora gravou um vídeo e pediu uma música. Ela pediu “Duas da Manhã” e declarou que essa é uma de suas favoritas.

Alok

Alok internacional
Foto: Beto Roma

Alok foi eleito o 5º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag. De fato, ele é considerado o maior DJ Brasileiro, tocando nos maiores festivais do ramo. Este ano, teve colaborações gringas, como de costume, incluindo Jason Derulo e Martin Jensen em “Don’t Cry For Me” e “Let Me Go”, com KSHMR e MKLA.

Zezé Di Carmargo & Luciano

Foto: Divulgação

Zezé Di Carmargo & Luciano já gravou cantando em espanhol e tem Cardi B como uma fã. Ela frequentemente aparece ouvindo as clássicas músicas sertanejas nas suas redes sociais. Em abril deste ano, época em que a quarentena tinha acabado de ser decretada, Cardi B publicou alguns vídeos em seu Instagram ouvindo músicas da dupla Zezé di Camargo & Luciano – incluindo “Tudo de Novo”. O mesmo se repetiu em dezembro.

Escrito por Caian Nunes

Carlinhos Maia festa polêmica covid-19

Cantora testa positivo para Covid-19 após festa polêmica de Carlinhos Maia

Live do RBD

Chegou o dia da live histórica que marca o reencontro do RBD!