Foto: Divulgação
in

Receita da Sony Music cresce 8,1% em 2020 e ultrapassa R$ 24 bilhões

Segundo o relatório anual da major, as receitas de streaming significam mais da metade do valor total da empresa

A operação global da Sony Music anunciou, nesta quarta-feira (3), que a sua receita anual de streaming em 2020 registrou um aumento de 19,5%, representando quase meio bilhão de dólares de acréscimo, se comparado a 2019. Além disso, no total, o crescimento da empresa ficou em torno de 8% da sua receita global.

Segundo o relatório anual da major, as receitas de streaming significam mais da metade do valor total da empresa, registrando US $2,87 bilhões durante os 12 meses do ano passado. Enquanto a receita mundial da Sony com música – em todos os formatos, licenciamento, etc.- atingiu US $4,51 bilhões (cerca de R$ 24 bilhões), um aumento de 8,1% em relação ao ano anterior.

De acordo com informações da Music Business Wordwide, os números mostram que o resultado positivo chegou após uma oscilação afetada pela pandemia no segundo trimestre, quando a Sony Music deu um impulso e registrou um terceiro trimestre muito forte, quando seu faturamento voltou a ultrapassar US $1 bilhão.

Para se ter uma ideia do quão forte foi este impulso, a receita de streaming no quarto trimestre aumentou 26% comparado ao mesmo período do ano anterior, o que representou um crescimento de US $174 milhões para US $843 milhões.

Além disso, as receitas físicas da empresa também aumentaram significativamente no quarto trimestre – durante uma pandemia – um aumento de 41,3% ano a ano, para US $ 336 milhões Por causa desse desempenho trimestral estelar da música física, as vendas globais de música física da Sony também aumentaram anualmente, passando de US$ 803 milhões em 2019 para US$ 898 milhões (R$ 4,79 bilhões) em 2020.

Os maiores projetos de artistas globais da Sony Music (excluindo os lançamentos da Sony Music Japan) no calendário do quarto trimestre, em ordem e com base na geração de receita, foram:

  1. AC/DC, Power Up
  2. Harry Styles, Fine Line
  3. Bruce Springsteen, Letter To You
  4. Luke Combs, What You See Is What You Get
  5. 21 Savage, Savage Mode II
  6. Miley Cyrus, Plastic Hearts
  7. The Kid LAROI, F*CK LOVE
  8. Polo G, The Goat
  9. 24kGoldn, Dropped Outta College
  10. Francis Cabrel, À l’aube revenant

Ouça “Power Up”, álbum do AC/DC que mais gerou receita para Sony no final de 2020:

E tem mais…

A Sony Corporation aumentou mais uma vez sua previsão para o desempenho de sua divisão corporativa de Música até o final de março de 2021. Esta divisão abrange as operações globais de música gravada e publicação da Sony, bem como seu segmento de ‘Mídia Visual e Plataforma’, que inclui anime e produtos de jogos móveis.

A empresa japonesa aumentou sua expectativa de receita anual em seu ano fiscal (12 meses até o final de março) em mais 6%, em parte devido às “vendas acima do esperado de mídia física em música gravada” vistas no calendário do quarto trimestre.

Escrito por Rafa Ventura

Juliette favorita BBB 21

Vídeo de Projota, Lumena e Karol Conká rindo da Juliette fortalece favoritismo da paraibana no BBB 21

AJ, dos Backstreet Boys, diz ter sido “preso” por membros da Cientologia