in

Rapper Filipe Ret conclui trilogia com álbum “Audaz”

Saiu o álbum novo do rapper carioca Filipe Ret, “Audaz”. Com esse material, contendo 13 faixas, ele conclui a trilogia que passou por “Vivaz” (2012) e “Revel” (2015). O disco também marca um amadurecimento na vida pessoal do artista, que agora é pai de um menino de um ano. “Conhecer a Anna Estrella, minha atual mulher, mudou minha vida. Sem ela, provavelmente, esse disco não existiria e talvez eu nem estivesse mais vivo. Mas minha experiência mais transformadora foi ter virado pai. Hoje eu enxergo tudo melhor, foi como se minha visão mudasse de 3D para 4D. E continua mudando… Sinto que meu coração evoluiu e esse novo trabalho representa um Filipe Ret com menos medos e inseguranças, mais coletivo, mais integrado com a realidade do povo”, diz o rapper.

Para esse álbum, ele aponta inspirações no hip-hop internacional e no samba e funk nacionais. A produção é dividida entre ele, Dallass e Mãolee. “Diferentemente dos discos anteriores, pela primeira vez, eu produzi mais musicalmente o disco junto com meu time pesado de beatmakers”, pontua. A tracklist traz participações especiais de Marcelo D2, Flora Matos, MC Deise, BK’ e TH.

Parte do material do disco já é conhecida do público. Filipe havia lançado de antemão “Vivendo Avançado” (45 milhões de visualizações no Youtube), “A Libertina” (sucesso nas rádios), “Louco Pra Voltar” (nove milhões de acessos) e “Santo Forte”, o mais recente single, que já conta com clipe. “O vídeo saiu depois do domingo de Dias dos Pais e eu mostrei meu filho publicamente pela primeira vez, foi especial. Minha mulher também trabalhou muito nesse clipe. Foi uma experiência humana muito positiva pra mim durante todo processo de criação”, conta.

Escrito por Leonardo Torres

“Medicina”: veja a performance da Anitta na Festa do Peão de Barretos

VMA 2018: veja o mapa de assentos dos famosos