Foto: Divulgação
in

Quem é Felipe Amorim, cantor e compositor de megahits do piseiro?

O artista assina músicas que foram sucesso na voz de Os Barões da Pisadinha, Xand Avião, Zé Vaqueiro, Wesley Safadão e mais

Quem ouviu (e cantou!) “Tá Rocheda” com Os Barões da Pisadinha pode não ter reparado, mas o nome de Felipe Amorim está entre os autores da música. E não só nessa, mas tem o dedo do cearense em hits como “Fim da Noite” (Zé Vaqueiro), “Então Vai” (Xand Avião), “Storyzin” (Raí Saia Rodada e Nattan) e “Mal de Ex” (Wesley Safadão).

Leia mais:

Só essas cinco músicas somadas possuem quase de 230 milhões de plays no Spotify. Os números só mostram o potencial em fazer hits do compositor de apenas 24 anos, natural de Fortaleza.

“Essa música [Tá Rocheda] é um motivo de alegria enorme para mim, por ter alcançado números tão expressivos de uma forma tão rápida. É um hit que tem um estilo muito popular, usando gírias mais frequentes da região Nordeste, mas que contagiou o público de todo o Brasil”, conta Felipe.

Mesmo com a pouca idade, o investimento na carreira musical já traz excelentes frutos para Felipe. Unindo piseiro ao funk, o cantor possui quase 6 milhões de ouvintes mensais no Spotify e ultrapassa os 90 milhões de views em seu canal oficinal no YouTube.

Com repertório embalado pelos recentes lançamentos autorais, cantor vem somando números expressivos nas plataformas digitais, estando presente no Top 15 da “Top 50 – Brasil” e nas playlists “Top Brasil” e “Viral Brasil”, que são alguns dos principais espaços do Spotify, além de também estar no “Top Viral Portugal” e “Viral 50 Global” da plataforma de streaming.

Os lançamentos dos últimos singles autorais, “Putarizainha” e “Sem Sentimento” (feat MC Danny) estão no Top das músicas nacionais mais ouvidas do Spotify, além de contabilizar mais de 87 milhões de reproduções e mais de 82 milhões de streamings nas plataformas respectivamente.

“Fico muito feliz com toda a repercussão que o meu trabalho vem tomando e cada vez mais indo mais longe. Eu só tenho a agradecer as pessoas que tem me acompanhado aonde eu vou, e que me ajudam a viver meu sonho”, afirma Felipe Amorim.

Integrando o casting de artistas das produtoras Vybbe (empresa de Xand Avião) e One Play, o cantor já fez participações com nomes que estão dispontando no mercado, como Nattan, MC Danny e DG e Batidão Stronda.

Mas, afinal, quem é Felipe Amorim? Qual a sua história? O cantor é a destaque de hoje do “Quem é” – quadro do POPline.Biz é Mundo da Música que traz nomes que estão dando o que falar no mercado como John AmplificadoGabráGabriela GomesJoão GomesDuquesaJessé AguiarLuan EstilizadoRuivinha de MarteLukinhasKant, Zé VaqueiroMaluDiego & Victor HugoKrawk, Vitor Fernandes, Rai Saia RodadaNattanMC DrickaLuthuly, Marina Sena, Joel Carlo, Melly, Juçara Marçal e mais.

Acompanhe os artistas que estão se destacando na indústria musical acessando nosso Instagram, @poplinebizmm.

Foto: Divulgação

Quem é Felipe Amorim?

Ele começou observando o trabalho de alguns amigos e o mosquitinho da música te mordeu. “Senti vontade de trabalhar na produção das canções, mas tinha um pouco de dificuldade em encaixar a letra nos projetos”, conta. Foi então que Felipe Amorim começou a estudar sozinho como tocar violão para ajudar nessas produções e passou a observar mais o estilo de letra que as bandas estavam cantando.

“Em 2011, eu conheci o Kaleb Jr e o Caio DJ, que são dois parceiros que eu tenho até hoje, e entraram nesse projeto comigo. A primeira música que eu assinei foi a “Safadin”, ainda no ano de 2013, que entrou mais no estilo do sertanejo”, destaca.

Em 2016, Felipe tive seu primeiro trabalho com a banda Aviões do Forró, na música “Ai Que Calor”. “Para mim foi um sonho realizado. Hoje, eu passo a ver que tudo que um dia eu sonhei eu consegui realizar. Trabalhei com grandes nomes da música como Barões da Pisadinha, Wesley Safadão, Zé Vaqueiro, Xand Avião, Nattan, entre outros e, agora, com foco na minha carreira de cantor, estou conseguindo alçar voos maiores pra mim”, conta.

Felipe já trabalhou em composições de funk para o Kondzilla, além de também assinar uma música da Claudia Leitte, “Perigosinha”. “São oportunidades que acabam me ajudando a não ficar preso em um estilo só e sempre buscar referências que possam agregar no meu trabalho”, destaca o artista.

O momento da virada de chave na vida de Felipe foi quando iniciou a sua trajetória como cantor, em 2021. “Até então, eu ficava mais nos bastidores, participando do processo de composições das músicas. Foi quando veio a minha primeira participação com a música “Sem Sentimento”, que também é composição minha, que tive uma guinada para começar a minha carreira como cantor”, revela o artista, que faz parte do casting da empresa de Xand Avião desde outubro de 2021.

“Sempre foi um sonho trabalhar com ele, por conta de toda a admiração que eu tenho tanto pela carreira de sucesso que ele trilhou como pela pessoa que ele é. Desde esse primeiro trabalho nós não perdemos o contato até que esse ano surgiu essa oportunidade para integrar o casting da Vybbe junto com a One Play e eu não pensei duas vezes em assinar”, conta.

Para 2022, Felipe já adianta que alguns projetos engatilhados com composições novas e algumas parcerias. “Eu prefiro deixar no suspense por enquanto (rs). Estamos com um trabalho recém lançado com a música “Carinha de Baby”, com a participação do MC Jottapê, que é onde estamos dando foco total, e já estamos construindo um planejamento para o próximo ano”, finaliza.

 

Escrito por Rafa Ventura

SBT nega que campanha contra LGBTfobia foi ordenada pela Justiça

Rei do Spotify! Suga, do BTS, alcança novo marco na plataforma