in ,

Quanto vendeu cada álbum de Katy Perry?

Katy Perry enfrenta um desafio neste mês: lança seu álbum novo, “Smile”, sem nenhum hit para impulsioná-lo. É a primeira vez que um álbum dela sai sem um sucesso no Top 10 da Billboard Hot 100. A popstar, na verdade, está fora das paradas: o single do momento não pegou. Como sempre, muito vai se falar sobre sua vendagem, porque ela ficou conhecida assim – como uma hitmaker.

Quanto vendeu cada álbum de Katy Perry?
(Foto: Divulgação)

Depois do “Witness”, que não alcançou os números habituais da Katy, mas rendeu uma lucrativa turnê mundial, é esperada uma volta por cima com o álbum novo. “Never Really Over”, primeiro single do projeto, alcançou o 15º lugar na Billboard Hot 100 em 2019, e deu sinais de revitalização. Agora é a hora dos fãs mostrarem que ainda estão presentes: Katy vai lançar o disco com seis capas diferentes para compra. Quanto venderá?

Essa resposta só o tempo dirá. É importante ressaltar que o mercado mudou muito desde o início da carreira de Katy Perry, em 2008. Com raras exceções, vende-se cada vez menos. Relembre os números da cantora abaixo:

One of the Boys (2008)

Impulsionado pelo hit “I Kissed a Girl”, o primeiro álbum pop da Katy Perry estreou em 9º lugar na Billboard 200, com 47 mil unidades vendidas na primeira semana. Sua escala foi gradual até chegar a 1,7 milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos e receber certificado de platina no país.

No mundo: sete milhões de cópias vendidas, segundo a MTV.

Teenage Dream (2010)

Já embalado pelos singles “California Gurls” e “Teenage Dream”, o álbum vendeu 192 mil cópias na semana de lançamento e garantiu o 1º lugar na Billboard 200. No total, ultrapassou a marca de três milhões de cópias, recebendo o certificado de 3x platina nos Estados Unidos. Ele ficou 238 semanas na parada da Billboard.

No mundo: seis milhões de cópias, segundo The Guardian.

Prism (2013)

Depois de emplacar o hit “Roar”, o álbum foi lançado, garantindo a melhor semana de vendas da carreira de Katy Perry: 286 mil cópias em sete dias. “Prism” estreou em 1º lugar e ficou 17 semanas no Top 10 da Billboard, vendendo mais de 1,7 milhão de cópias nos Estados Unidos. Recebeu certificado de platina dupla.

No mundo: quatro milhões de cópias, segundo o All Access.

Witness (2017)

Sem um hit nº1 desta vez, o álbum ainda assim estreou no topo da Billboard 200 e ficou 21 semanas na parada. Registrou 180 mil unidades equivalentes (vendas + streams) comercializadas na primeira semana nos Estados Unidos, sendo 162 mil de vendas tradicionais. No total, o disco alcançou 431 mil unidades equivalentes no país.

No mundo: 840 mil cópias, segundo a Variety.

Escrito por Leonardo Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carol Biazin vai lançar música com Vitão

A Fazenda: pelo menos quatro artistas da música devem participar do reality

A Fazenda: pelo menos quatro artistas da música devem participar do reality