Foto: Bloco MinhoQueens/ @minhoqueens Instagram
in ,

Prefeitura de São Paulo cancela Carnaval de rua em 2022

A Prefeitura de São Paulo cancelou o Carnaval de rua de 2022. A decisão acontece devido o aumento de casos de Covid-19 causados pela variante ômicron simultaneamente a epidemia de influenza. Esse é o segundo ano consecutivo que a festa é cancelada na cidade.

Segundo a Folha de São Paulo, o Prefeito Ricardo Nunes também desistiu de realizar o evento no autódromo de Interlagos, como havia sido cogitado na última semana.

Leia mais: 

Foto: tradicional Bloco MinhoQueens em São Paulo // @minhoqueens Instagram

Eventos ligados ao Carnaval na cidade, como bailes e festas privadas, serão obrigados a exigir comprovante de vacinação independente do número de pessoas. Apesar do cancelamento, o desfile de escolas de samba será mantido no Anhembi, com protocolos mais rígidos que serão decididos com a Liga-SP.

São Paulo entra para a lista de cidades que cancelaram o Carnaval de rua este ano. Rio de Janeiro, Olinda e Salvador, assim como outros 58 municípios do interior paulista, também não realizarão a festa.

De acordo com a Vigilância Sanitária da capital paulista, os números mostram um aumento nas internações de pessoas com sintomas de síndrome gripal, incluindo Covid-19 e Influenza. Os sintomas, porém, são mais leves graças a vacinação.

Carnaval do Rio cancelado

A Prefeitura do Rio bateu o martelo, nesta terça-feira (4/01), e decidiu que a cidade não terá o seu tradicional Carnaval de Rua em 2022. A festa estava marcada para o final de fevereiro e início de março, como previsto em calendário.

Foto: Reprodução / Internet

A decisão foi tomada no inicio da noite em reunião com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e a associação organizadora dos blocos de rua do Rio. Na semana passada, a Banda de Ipanema, que há anos desfila na orla do bairro da Zona Sul carioca, já havia anunciado que não desfilaria neste ano devido ao aumento do número de casos na cidade.

Diante desse cenário todo, eu chamei hoje as ligas dos blocos e informei a eles da inviabilidade do carnaval de rua“, explicou o Prefeito em reunião. De acordo com o G1, Paes disse que propôs ao patrocinador que organize eventos ao longo de fevereiro, de graça, com os principais blocos, em três lugares da cidade onde pudesse haver controle. Ainda segundo Paes, a princípio a proposta não foi bem aceita porque os blocos têm uma relação com seus bairros e regiões.

 

 

 

Escrito por Douglas Françoza

Jungkook, do BTS, abre conta no Spotify e prepara música solo!

Acabou? Bil Araújo desconversa sobre affair com Marina após “A Fazenda”