Foto: Reprodução
in

Power Players: lista global da Billboard destaca brasileiros

Dentre os executivos citados, seis brasileiros se destacam na lista, confira!

A Billboard’s International Power Players, iniciativa que reconhece os líderes da indústria – indicados por suas empresas e pares, e selecionados por seus editores -, divulgou ontem (26), a lista dos homenageados que incluem executivos de gravadoras, editoras musicais, empresários independentes, gerentes de artistas e promotores de shows.

Nesta edição, a Billboard prestou uma homenagem póstuma a Michael Gudinski, fundador do Mushroom Group da Austrália, como executivo internacional do ano. Foram selecionados líderes da indústria em mais de 100 empresas que estão impulsionando o sucesso do mercado musical fora dos Estados Unidos – já que, de acordo com a IFPI, cerca de 63% da música mundial, em valor, é consumida fora do país.

Dentre os executivos citados, seis brasileiros se destacam na lista: Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil; Sergio Affonso, presidente da Warner Music Brasil; Arthur Fitzgibbon, presidente da ONErpm no Brasil; Marcelo Soares, CEO da Som Livre; Marcos Araújo, CEO da Villa Mix; e Sandra Jimenez, diretora do YouTube Music Partners na América Latina.

Grupos de Música Latina

Na categoria “Music Groups Latin”, Paulo Lima é um dos destaques. Com 30 anos de experiência trabalhando na indústria musical na América Latina, o Engenheiro Eletricista por formação, assumiu o cargo de presidente da Universal Music Brasil em 2016. Antes, Paulo havia passado pelo cargo de CEO da iMusic, além de já ter recebido prêmios e nomeações, incluindo Latin Grammys como engenheiro de gravação e Protools.

Paulo Lima e Sérgio Affonso | Fotos: Divulgação

Além dele, Sérgio Affonso, da WMB, também é citado na mesma categoria. O executivo iniciou sua bem sucedida carreira na indústria musical ainda nos anos 80, na EMI-Odeon. Também passou rapidamente pela gravadora Copacabana, entrando para a equipe da WEA na mesma década, onde foi diretor de marketing internacional. Com excelentes resultados na companhia, Affonso foi nomeado presidente da filial mexicana em 2001, por onde permaneceu durante um período de seis anos até retornar ao Brasil para assumir a presidência da Warner Music.

Streaming

Na categoria streaming, diversos executivos do YouTube foram listados, inclusive a brasileira Sandra Jimenez, que atua na plataforma há 8 anos, tendo assumido o cargo de diretora do YouTube Music Partners na América Latina há apenas 8 meses. A executiva já passou por empresas como a Editora Abril e MTV Brasil – onde ficou por 14 anos.

Sandra Jimenez, do Youtube | Foto: Divulgação

Labels e Distribuidoras

Listado entre os empresários na categoria de Labels e Distribuidoras, está Arthur Fitzgibbon, presidente da ONErpm no Brasil há mais de 10 anos. Com mais de 25 anos dedicados ao mercado brasileiro da música, o executivo tem passagens pela Universal Music, Polygram, Abril Music, EMI Music e Kuarup. Além de ter sido empresário de artistas, produtor executivo de mais de 300 discos, radialista, professor de marketing e comunicação, e hoje tem o foco dedicado ao desenvolvimento integrado ao mercado da música digital.

Na mesma categoria está Marcelo Soares, CEO da Som Livre. Sob o comando do executivo desde 2007, a Som Livre se tornou o lar de mais de 80 artistas, incluindo os astros do sertanejo Jorge & Mateus, o forró Wesley Safadão e a cantora e compositora indicada ao Grammy Latino, Maria Gadú. Mesmo sendo comprada pela Sony, o cago de Marcelo foi mantido na empresa.

Marcelo Soares, Arthur Fitzgibbon e Marcos Araújo | Fotos: Reprodução

Live

Na categoria live o destaque é para Marcos Araújo, CEO da Audiomix, dona do famoso Villa Mix. Na publicação, Marcos é descrito como “o promoter brasileiro que ajudou a popularizar o gênero sertanejo da música brasileira”, sendo colocado como o revelador de talentos como Jorge & Mateus e Gusttavo Lima. Segundo a Billboard, ele também ajudou a impulsionar o sucesso internacional do DJ Alok.

Entenda como funciona a seleção dos empresários:

As indicações para listas da Billboard abrem pelo menos 120 dias antes da publicação. O link de nomeação online é enviado para representantes da imprensa e/ou homenageados de empresas anteriormente apresentadas em qualquer lista de destaque da Billboard, bem como aquelas que enviam uma solicitação. As indicações são encerradas e as listas são bloqueadas pelo menos 90 dias antes da publicação.

Os 2021 International Power Players da Billboard foram escolhidos pelos editores com base em fatores, incluindo, mas não se limitando à, nomeação por pares, colegas e superiores, limitados aos setores da indústria mostrados. Foi levada em consideração a diversidade geográfica e o impacto da indústria dos homenageados e / ou de suas empresas. Esse impacto é medido por métricas, incluindo, mas não se limitando a, gráfico, vendas e desempenho de streaming medido por dados MRC e impressões de mídia social usando dados disponíveis em 15 de março.

Escrito por Rafa Ventura

CRY FOR ME

Saiba como assistir ao TWICE no “The Kelly Clarkson Show”

Será? Jornal aponta crise no casamento de Wesley Safadão