Connect with us

#POPlineEUROTRIP

#POPlineEuroTrip: Shakira dispensa dançarinos, foca em banda e mostra sua força como maior nome da música latina há décadas na “El Dorado Tour”

No Brasil, Shakira desembarca em outubro para duas datas com a “El Dorado Tour”

Published

on

Entre um final de semana e outro do Rock in Rio, quem invadiu Lisboa e lotou uma arena foi Shakira. A superestrela colombiana se recuperou de um grave problema nas cordas vocais, deu a volta por cima e está arrasando pela Europa. A gente não poderia deixar de incluir a “El Dorado Tour” na #POPlineEuroTrip!

Falar sobre a Shakira para qualquer brasileira amante de música pop é uma missão complicada, afinal de contas duas décadas atrás ela abriu as portas para músicas em espanhol no Brasil e se mantém relevante como principal nome do segmento até os dias atuais. O show começa exatamente com essa proposta: mostrar que ela tem história. Não é a toa que as duas primeiras músicas do setlist são “Estoy Aqui” e “Donde Estas Corazon”, primeiros hits internacionais ainda na década de 90. As faixas ganharam uma roupagem nova, enquanto nos telões eram exibidas imagens da jovem Shakira, morena e com maquiagem dark.

Super carismática e falando em português o tempo inteiro, Shakira não tem dificuldade nenhuma para conquistar o público e entrega um espetáculo sem truques para poupar a voz ou dividir a atenção do público. Sua banda é formada por apenas cinco músicos e ela não conta com nenhum dançarino. Que cantora pop atualmente se arrisca a fazer show sem dançarinos?

Aproveitando o excelente momento da música latina nas paradas de sucessos, Shakira faz um show com a maioria das músicas em espanhol. Embora desde o começo dos anos 2000 o investimento em faixas de língua inglesa fosse prioridade no seu repertório, o álbum que guia a turnê é essencialmente em espanhol. Não seja por isso, ela resgata sucessos em inglês como “Underneath Your Clothes”, “Whenever, Wherever” e “Hips Don’t Lie”.

O hit “Chantaje” não podia ficar de fora. Olha só:

Em dado momento, Shakira confessa ao público: “Há alguns meses eu achava que não fosse mais cantar”. As datas da turnê foram remanejadas para que a cantora pudesse se tratar dos problemas nas cordas vocais. Recuperada, ela se esforça para não deixar a desejar… e consegue. O ponto alto do show é o mash-up que ela faz com as músicas que marcaram as últimas Copas do Mundo: “La La La (Brazil 2014)” e “Waka Waka (This Time for Africa)”. Em tempos de mundial, não há quem não se emocione e cante junto com ela! Logo em seguida, no bloco final, ela surge em um mini-palco montado entre o Golden Circle e a Pista: o público pira com a conexão tão próxima da cantora. Sério, é melhor que qualquer Meet & Greet que dura segundos e uma foto. Você simplesmente tem a Shakira cantando e olhando nos seus olhos a poucos centímetros de distância.

Shakira encerra o show com “La Bicicleta”, uma parceria com Carlos Vives, que saiu antes do álbum “El Dorado”. A música é um fenômeno na América Latina, maior que muitos outros hits da colombiana. Para se ter uma ideia, só no YouTube o clipe tem mais de 1 bilhão de acessos! Com muito papel picado e um coro de mais de 10 mil pessoas, Shakira encerra sua única noite em Portugal.

No Brasil, Shakira desembarca em outubro para duas datas com a “El Dorado Tour”. Clique para saber mais informações.

O POPline foi ao show à convite da Move Concerts

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



POPline Mix




Ranking