Foto: Reprodução/Instagram
in ,

Ouça a prévia das músicas do álbum que MC Kevin lançaria nesta sexta

“Passado e Presente” traz dez faixas inéditas do funkeiro morto no último domingo

Nesta sexta-feira (21), MC Kevin lançaria o álbum Passado e Presente, o primeiro lançamento da Revolução Records, gravadora independente que o artista havia criado após sair da GR6, uma das duas maiores produtoras de funk de SP. Todo planejamento em torno do projeto seguirá de pé para alegria dos fãs.

Foto: Reprodução/Instagram

O trabalho apresentará dez faixas inéditas. O G1 conseguiu as prévias com exclusividade e apresentou pequenos trechos das seguintes faixas: 1 milhão de sonhos, Sistema, Trilha, Inspiração (ft. MC Ryan SP), Opção (ft. MC PH), Alma Pura (ft. Vulgo FK), Junção Venenosa (ft. MC Hariel), Palhaço, Grana e Vida Longa. Clique AQUI para ouvi-las.

Hit da Legião Urbana, com menção à queda do 5º andar, era a favorita de MC Kevin

Além de todas as notícias que envolvem a morte de MC Kevin, uma triste coincidência veio à tona nesta quarta-feira (19). Em uma antiga entrevista, o funkeiro revelou que sua música favorita era “Pais e Filhos”, da Legião Urbana, que narra a história de uma pessoa que se joga “da janela do quinto andar”. Tal qual aconteceu, acidentalmente, no último domingo (16).

No bate-papo com o apresentador Matheus Mazzafera, em agosto de 2019, MC Kevin dizia que o hit composto por Renato Russo em 1989 fazia com que ele se lembrasse do pai. Ele, inclusive chega a cantar um trecho da letra.

@gleissonbaruch

Estava vendo a entrevista no @hotelmazzafera com o @mckevinreal , e olhem isso! Muita conhecidencia 🥺 me arrepiei! #mckevin #hotelmazzafera #fy #kevin

♬ som original – Gleisson Baruch

“Pais e Filhos” é uma das canções mais conhecidas da Legião Urbana. Em vida, Renato Russo reclamou diversas vezes dos fãs sempre pedirem para que a banda a tocasse nos shows. Interpretada como uma “mensagem de amor entre pais e filhos”, a música contém um significado sombrio.

O eterno vocalista, morto em 1996, deixou bem claro que a composição passa uma mensagem muito séria durante uma participação no extinto “Programa Livre” (SBT), em 1994.

“Escuta. Vocês sabem que essa música é sobre suicídio, né? Porque todo mundo pede música da Legião e fica um auê, entendeu? Essa música é muito, muito séria. Agora eu ‘tô’ legal e tudo, mas eu estive muito mal na minha vida. Estive muito, muito mal. Eu gostaria de ter a idade de vocês e, de repente, ‘tá’ legal, mas não. Eu quase que joguei fora metade da minha vida, com sucesso, com tudo, entendeu?”, disse Renato Russo no programa que era comandado por Serginho Groisman.

A fala de Renato Russo era um alerta aos fãs para que respeitassem o artista caso ele negasse cantar determinada música, por mais querida que fosse para o público. “Às vezes, essas músicas refletem um momento da minha vida que eu não gosto de lembrar mais. Eu prefiro tocar uma outra coisa”, completou.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Daiv Santos

taylor creditada em sour

Taylor Swift é creditada em faixa de ‘Sour’, de Olivia Rodrigo

BTS: V revela nova previsão de lançamento de sua mixtape solo