in

Os 10 melhores clipes do segundo semestre de 2018

Que tal uma seleção com os melhores clipes pop do ano? Dezembro é uma época perfeita para fazer uma retrospectiva e a equipe do POPline não fugiu dessa tendência. Abaixo você vê uma lista com os 10 melhores clipes do segundo semestre. O ranking do primeiro semestre já havia sido publicado.

A redação do portal se reuniu em uma votação interna para eleger os vídeos favoritos do segundo semestre. Cada integrante da equipe montou seu próprio Top 10 e a cada posição foram atribuídos pontos. Depois, os pontos foram somados para formação do Top 15 coletivo, representativo da diversidade das preferências de cada membro. Veja o resultado:

10) BLACKPINK – “DDU-DU DDU-DU”

Depois de quase um ano sem novidades – algo quase impensável quando se trata de K-pop – o Blackpink fez história com “DDU-DU DDU-DU”. Na época de seu lançamento, o quarteto quebrou um recorde dos grupos coreanos, chegando mais rápido à marca de 250 milhões de visualizações! Recheado de boas coreografias, cenários megalomaníacos e impressionantes e figurino impecável, o Blackpink se consagra neste clipe com uma das maiores girlbands da história. Dentro das primeiras 24 horas no YouTube, o clipe somou mais de 36,2 milhões de views e hoje já ultrapassa os 530 milhões! “DDU-DU DDU-DU” também fez história na Billboard: o Blackpink quebrou o recorde das girlbands coreanas e estreou em 55º lugar na Hot 100, deixando prá trás “Nobody”, do Wonder Girls, que debutou na 76ª posição. Além disso, Jennie, Jisoo, Lisa e Rosé também foram as primeiras coreanas a entrar no “Streaming Songs Chart” no 39º lugar. “DDU-DU DDU-DU” é sucesso e merece estar entre os melhores de 2018! – Mari Pacheco, redatora.

09) Pabllo Vittar – “Problema Seu”

A drag queen atendeu um pedido antigo dos fãs e fez seu primeiro clipe com um segmento elaborado de coreografia. Com diferentes figurinos, ela dança muito no vídeo e tem a companhia de quatro dançarinos descamisados. As cenas são intercaladas à de sua ficção como infiltrada em um museu para roubar o “PV2” – referência ao seu segundo álbum. A cena em que Pabllo Vittar incorpora uma escultura clássica também é uma maravilha. – Leonardo Torres, redator..

08) IZA – “Dona de Mim”

A videografia da cantora tem sido muito bem construída e “Dona de Mim” é mais um acerto de sua parceria com o diretor Felipe Sassi e a stylist Bianca Jahara. Esse vídeo em específico teve a função de mostrar outra faceta da IZA, depois dos singles dançantes “Pesadão” e “Ginga”. A balada empoderada ganhou um clipe politizado, colocando uma mãe, uma professora e uma advogada reais (não são atrizes) em protagonismo. Destaque para as cenas do tiroteio na escola (um alerta social) e para o encontro da cantora com um belo coral na parte final. IZA está nos deixando mal acostumados: o que será que vai aprontar no próximo clipe? – Leonardo Torres, redator.

07) Camila Cabello – “Consequences (Orquestra)”

“Consequences” não foi uma escolha de single óbvia para bombar nas paradas, mas cumpre o objetivo perfeitamente de mostrar que Camila Cabello é uma artista de muito talento. O clipe segue essa linha de simplicidade com impacto. Dirigido pelo veterano e incrível Dave Meyers, não tem grandes efeitos especiais ou figurinos mirabolantes. Camila Cabello anda por belos cenários enquanto tem lembranças de um relacionamento que passou, representadas por imagens translúcidas. É tudo nostálgico e encantador, pra terminar com um nó na garganta. – Caian Nunes, redator.

06) Anitta – “Veneno”

Cobras, cobras e mais cobras. Assim podemos resumir o videoclipe de “Veneno”, de Anitta. Mas não, não é só isso. O clipe, parte do EP “Solo”, é realmente um dos mais bem produzidos da cantora carioca, que mais uma vez ataca em espanhol aqui. As imagens misturam intensidade com delicadeza e casam muito bem com o instrumental e a letra da música, em alguns momentos podendo-se dizer que é quase uma releitura moderna e obscura de Eva e a cobra do Paraíso, mas aqui ninguém é expulso. A coreografia dá aquela pitada de sensualidade que nunca falta nos lançamentos de Anitta. Contraste interessante ao videoclipe de “Medicina”, que é colorido, animado e quase infantil, “Veneno” é mais introspectivo, obscuro e sensual. – Kavad Medeiros, redator.

05) Mark Ronson – “Nothing Breaks Like a Heart” feat. Miley Cyrus

“Nothing Breaks Like a Heart” é um clipe eletrizante. Miley Cyrus é uma artista que já passou por várias fases e estilos e indica que continuará mudando. Essa música é a mistura perfeita da influencia country do álbum “Younger Now” e seus momentos mais pop da carreira, encontrando essa medida com a ajuda do incrível Mark Ronson. O clipe é muito representativo, mostrando Miley Cyrus em fuga ao meio ao caos. Por onde ela passa, há muitas referências a elementos de sua carreira, onde as pessoas não conseguem falar de outras coisas além dela. No final das contas, a mensagem é clara… Apesar de todo caos, é tudo pela arte. Esse é um clipe que faz a gente querer extravasar, forte e impactante. – Caian Nunes, redator.

04) Jão – “Vou Morrer Sozinho”

O carro-chefe do álbum “Lobos” rapidamente caiu no gosto popular. Já dá para dizer que ninguém faz no Brasil o que Jão faz. Diga-me que outro artista nacional teria a audácia de ambientar seu clipe em um cemitério com personagens mortos-vivos? Como Michael Jackson, que fez isso em “Thriller” (1982) e reinventou a cultura do videoclipe, Jão corre na contramão do que predomina na indústria – a ostentação, o glamour, a autoafirmação. Em “Vou Morrer Sozinho”, ele abusa ao tensionar o brega até virar algo cool. E ainda se deu bem comendo o bolo de casamento sozinho. – Leonardo Torres, redator.

03) Little Mix – “Woman Like Me”

Para o primeiro single de seu quinto álbum, a música “Woman Like Me”, as meninas do grupo Little Mix apostaram não só em uma sonoridade mais madura, mas também em um visual mais “edgy”. Filmado em uma propriedade história do Reino Unido, erguida no século XV, o Little Mix ainda passa uma mensagem feminista que vai de encontro ao velho “bela, recatada e do lar”. A localização do clipe também ajuda a proporcionar belíssimas imagens, com uma fotografia de agradar aos olhos. As meninas, claro, aparecem não só em lindos looks e visuais, como também em seu melhor momento “tomboy”, atacando sanduíches e queimando as roupas com o ferro de passar. Ah, e Nicki Minaj ainda aparece como uma verdadeira integrante da realeza. É daqueles clipes que você diz “valeu a pena esperar”. – Kavad Medeiros, redator.

02) Ariana Grande – “God Is a Woman”

A gente já havia percebido que Ariana Grande não estava brincando em serviço quando lançou o primeiro clipe do “Sweetener”, o “No Tears Left to Cry”. Com “God is a Woman” o impacto foi ainda maior! Um clipe cheio de referências, complexo, com participação de ninguém menos que Madonna para uma mensagem simples e forte nos últimos tempos: valorização feminina. “God” fortaleceu a imagem elaborada por Ariana para a “nova era” e solidificou o nome da artista como uma das maiores vozes e direcionamento de carreira da geração. Se era impacto que todos queriam com o sucessor do “Dangerous Woman”, tiveram. E “God” reverberou. Até Elza Soares enviou mensagem para a diva americana. Não dá para ser maior! – Amanda Faia, editora-chefe.

01) Ariana Grande – “thank u, next”

É verdade que quando a popstar estreou o clipe, todo mundo tinha a sensação de já tê-lo visto, por conta de todas as fotos e teasers liberados de antemão. Mas Ariana Grande conseguiu fazer de “thank u, next” uma experiência maior do que o vídeo em si: colocou os fãs para adivinharem as referências antes do lançamento (“Meninas Malvadas”, “Legalmente Loira”, “De Repente, 30” e “As Apimentadas”), causou buzz com cada foto e revelação divulgadas (vai ter o Aaron Samuels de verdade! ELa está de Regina George! Meu Deus, ela cortou o cabelo!), parou a Internet com 55 milhões de acessos nas primeiras 24 horas, e ainda deu o que falar nos dias seguintes – graças aos easter eggs. Recriando suas cenas favoritas de comédias românticas, Ariana criou sua própria comédia romântica com um clipe divertido para uma música que já era nº1 nas paradas. – Leonardo Torres, redator.

Você também pode conferir os votos individuais de cada integrante da equipe aqui.

CLIQUE AQUI PARA VER OS MELHORES CLIPES DO PRIMEIRO SEMESTRE DO ANO!

Escrito por Leonardo Torres

Nelson Rubens faz comentário maldoso sobre Pabllo Vittar na TV: “é ele, mas tem que falar ela”

Revelados nomes cotados para participações especiais no show do Maroon 5 no Super Bowl