banner com link para rádio globo
Marina Mattoso, Colunista POPline.Biz é Mundo da Música
Foto: Marina Mattoso/Rogerio Von Kruger
in

Opinião: Por que, quando e como encontrar o feat ideal? (PARTE 2)

Artigo de opinião assinado por Marina Mattoso, para o POPline.Biz é Mundo da Música

Confira a Parte 1 dessa coluna com as etapas: Convite (Etapa 1) e Gravação da faixa e/ou clipe (Etapa 2) clicando aqui!

Etapa 3 – o lançamento e a comunicação

É importantíssimo dividir e debater a previsão de data de lançamento. Você não quer lançar sua faixa competindo com o seu próprio feat, né? E também as ações de storytelling e lançamento previstas.

O fato da música ter um feat por si só já é um assunto. Portanto o começo desta jornada pode se dar antes mesmo de definir o feat:

– Escolha: se você tiver dúvidas de quem convidar, fazer um post no seu instagram pedindo sugestões de artistas com quem seu público gostaria que você trabalhasse pode ser legal e já começar a gerar interesse em torno do assunto.

– Revelação: a revelação do feat é sempre um momento interessante de ser explorado na comunicação digital do projeto e deve ser planejada anteriormente, pra possíveis necessidades de conteúdo com o feat no momento de gravação.

Você pode começar com a revelação de que existe um feat, depois com uma enquete pedindo que as pessoas adivinhem quem é, depois fazendo uma live-revelação no Instagram ou TikTok ou um Spaces no Twitter convidando o feat pra aparecer na hora da live pros fãs conhecerem. Ou então pegar uma mensagem de voz no WhatsApp enviada pelo feat e postar pro público tentar adivinhar de quem é a voz.

– Live: A própria live/spaces é uma ótima ferramenta pra alcançar a audiência do seu parceiro e também, por que não, entregar um pouco da sua audiência pro mesmo. Vide Teresa Cristina que na pandemia cresceu absurdamente seu Instagram mas também ajudou muitos novos artistas a melhorarem seus números na plataforma:

Gráfico do crescimento de seguidores do Instagram da Teresa em 2020 | Foto: Reprodução

 

Planejar a live pra acontecer num momento estratégico da comunicação é super válido. Não deixe de preparar um roteiro pra mesma.

– Campanha de anúncios: Outra forma de alcançar o público do seu feat é pedindo acesso como anunciante na sua página do Facebook (e consequentemente do Instagram). Isso te permite alcançar o público que engajou com o artista em determinado período, ou que demonstrou interesse nele, por exemplo. Mas, cuidado! Qualquer criação de postagem nova (dark post) precisa ser aprovada pelo seu parceiro, já que você estará no canal dele.

– Postagem colaborativa: essa é “nova”. Lançado no final do ano passado, o recurso de postagem colaborativa é novidade no Instagram. Ele permite que você faça a mesma publicação em dois perfis diferentes. Você poderia usar a postagem colaborativa no post anunciando que a música já está disponível

– Playlists e plataformas de streaming: é importante mapear as playlists pessoais do outro artista e entender com ele se é possível posicionar a música nova de vocês no topo da mesma. Também é importante consulta-lo sobre a entrada da música na “This is”, “Essênciais”, “100%”, caso ele já as tenha. [Saiba mais sobre playlists pessoais aqui]. Por fim, perguntar se ele pode colocar a música nova na escolha do artista, no seu perfil do Spotify.

– Envio de assets de divulgação: uma providência superimportante a se tomar na hora de pensar no lançamento da sua música é confeccionar o material necessário pra divulgação e dividi-lo com o artista convidado, pra que ele tenha como escolher o que mais faz sentido divulgar nos canais dele. Não esqueça de montar peças audiovisuais em que a parte que o convidado canta esteja em evidência 😉

– Marcação nos stories: sempre que postar algo relacionado à música nos stories não esqueça de marcar o artista convidado, desta forma o compartilhamento do material fica a um clique de distância do mesmo.

– Conteúdos característicos do feat: Faça uma pesquisa nas redes do artista convidado e veja se ele não tem uma editoria de conteúdo ou uma série nos stories na qual a comunicação do trabalho de vocês caiba.

– Dueto/Remix: aproveite a ferramenta do Instagram e do TikTok pra ativar a sua base de fãs e também a do artista convidado. Crie um Reels/TikTok cantando a sua parte da música e deixe a parte do convidado pro público cantar em cima. Chame o convidado pra fazer o dueto/remix em seu próprio perfil. Depois, se acharem que vale, peça pro convidado fazer o mesmo.

Pessoal, escrevi a beça! Mas ainda temos muito assunto, por isso na semana que vem vou trazer uma entrevista bem legal com alguns artistas de diferentes etapas da carreira pra pensar no ponto de vista deles!

Não deixem de comentar nos posts do Popline.Biz me marcando assuntos de interesses de vocês para que eu siga escrevendo 😉

___________
Marina Mattoso atualmente CEO da Jangada Comunicação, agência focada em Planejamento Estratégico e Marketing de Conteúdo que tem “a bordo” artistas como: Gilberto Gil, Adriana Calcanhotto, Maria Rita, Claudia Leitte, Kell Smith, entre outros. Marina também é coordenada do curso Marketing Digital para Artistas, do Music Rio Academy.

Escrito por Marina Mattoso

Justin Bieber aparece em estúdio com rapper acusado de atirar em Megan Thee Stallion

Gloria Groove sobe em comunidade para gravar clipe; Veja o look!

POPline na Rádio Globo: estreias de Gloria Groove, Bianca, Ávine Vinny e Mano Walter