Foto: Brett Jordan/Unsplash
in

O que é o UPC e qual a diferença entre ele o ISRC?

Ambos os códigos têm a missão muito importante de controlar a utilização do produto musical nas mais diversas plataformas.

Os álbuns e as faixas publicados precisam ser identificados com os códigos de ISRC e UPC. Mas, antes de entender a importância deles, é preciso saber suas diferenças. O UPC significa “Universal Product Code” (Código de Produto Universal), uma espécie de código de barras para um produto. Este número pode ser aplicado a um single, EP ou álbum. É bastante comum encontrar esse código na contracapa dos discos e é a partir dele que é possível controlar as vendas.

Já o ISRC significa “International Standard Recording Code” (Código Padrão Internacional para Gravações). Ele é um código de 12 caracteres que funciona como uma impressão digital para cada música (fonograma). O ISRC deve ser gerado e cadastrado na Associação de Música vinculada ao Ecad e essa função somente é realizada pelo(a) Produtor(a) Fonográfico(a).

UPC x ISRC: afinal, qual a diferença?

As agregadoras digitais de música, em geral, pedem para o artista incluir o UPC, porém, caso ele não tenha, muitas vezes elas mesmas criam gratuitamente esse código ou cobram alguma pequena taxa. Isso muda de acordo com a agregadora, portanto é importante ficar atento aos termos e contratos.

Enquanto que o ISRC é feito de maneira gratuita pelo Produtor Fonográfico, dentro do sistema da Associação Musical vinculada ao Ecad.

Vale destacar que o UPC é necessário ainda que o artista só lance sua música por streaming e download. Este código é único para cada produto e vale para sempre. Dessa forma, com o UPC é possível identificar as vendas e a distribuição, entre outros usos dos lançamentos, como destaques e promoções. 

Ambos os códigos, UPC e ISRC, têm a missão muito importante de controlar a utilização (seja stream, venda, etc) do produto musical dos artistas e compositores nas mais diversas plataformas. Sendo assim, não é possível mudá-los depois que o álbum já tiver sido distribuído. Caso o artista necessite mudar um UPC ou um ISRC ele terá que criar um novo álbum com os códigos corretos e posteriormente solicitar o takedown do álbum anterior.

Que tirar mais dúvidas sobre o universo musical? Conheça  agora mesmo o nosso Guia MM, que traz as explicações sobre os bastidores da indústria musical, clicando aqui.

Escrito por Rafa Ventura

Pyong Lee nega ter traído sua esposa no reality “Ilha Record”

Playlist de Barack Obama tem música de Elis Regina e Tom Jobim