O que é o Content ID do YouTube?
Foto: YouTube/Reprodução Animoto
in

O que é o Content ID do YouTube?

O Content ID é um sistema de proteção autoral utilizado pelo YouTube, conheça mais sobre sua funcionalidade

Quem já subiu algum conteúdo no YouTube, já ouviu falar sobre o “Content ID”, mas o que é esse termo e qual a sua funcionalidade? O Content ID é um sistema de proteção autoral utilizado para identificar e gerenciar o conteúdo publicado no YouTube com facilidade. Os vídeos enviados à plataforma são verificados em relação a um banco de dados de arquivos, que é alimentado a partir dos envios de conteúdo pelos proprietários.

Os titulares de direitos autorais decidem o que acontece quando o conteúdo em um vídeo no YouTube corresponde a uma obra pertencente a eles:

  • Bloquear a visualização de um vídeo inteiro;
  • Gerar Receita com o vídeo ao veicular anúncios e, em alguns casos, ao compartilhar os lucros com o usuário que fez o envio;
  • Rastrear as estatísticas de visualização do vídeo.

O YouTube concede acesso ao Content ID somente a proprietários de direitos autorais que atendem a critérios específicos. Para serem aprovados, eles precisam deter direitos exclusivos sobre uma parte considerável do material original enviado com frequência pela comunidade de criadores de conteúdo do YouTube.

O YouTube também estabelece diretrizes explícitas sobre como usar o Content ID. “Monitoramos continuamente o uso e as disputas do Content ID para garantir que essas diretrizes sejam seguidas. Os proprietários de conteúdo que fizerem reivindicações errôneas repetidamente poderão perder o acesso ao Content ID e ter a parceria com o YouTube encerrada”, diz a plataforma.

O que fazer caso meu vídeo receba uma reivindicação de Content ID?

Dependendo da situação, você terá algumas opções caso isso aconteça:

  • Não fazer nada: se você concorda com a reivindicação, deixe como está. Será possível tomar medidas depois caso você mude de ideia.
  • Compartilhar a receita: se você fizer parte do Programa de Parcerias do YouTube, e no seu vídeo tiver uma música reivindicada, será possível compartilhar a receita com a editora musical. Saiba mais.
  • Disputar a reivindicação de Content ID: caso você acredite que ela está errada, será possível iniciar uma disputa. Saiba como fazer isso neste link.

Você também pode remover o conteúdo reivindicado sem precisar enviar um vídeo novo. Qualquer uma das opções abaixo que for realizada com sucesso liberará automaticamente a reivindicação associada:

  • Cortar um trecho: no YouTube Studio, é possível remover apenas o segmento reivindicado do seu vídeo. Saiba como fazer isso neste link.
  • Trocar a música (apenas para reivindicações de áudio): se a faixa no seu vídeo for reivindicada, você poderá trocar a música por alguma faixa gratuita da Biblioteca de áudio do YouTube. Saiba como fazer isso neste link.
  • Silenciar uma música (apenas para reivindicações de áudio): com essa opção, você pode remover a faixa reivindicada no seu vídeo. É possível escolher entre silenciar apenas a faixa ou todo o áudio no vídeo. Saiba como fazer isso neste link.

Saiba mais aqui:

Quer tirar mais dúvidas sobre o universo musical? Conheça  agora mesmo o nosso Guia MM, que traz as explicações sobre os bastidores da indústria musical, clicando aqui.

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Láisa Naiane

K-Pop: Comebacks e debuts para você ficar de olho em junho!

Ivete Sangalo canta no primeiro teaser do “Música Boa Ao Vivo”