in ,

Nova história sobre Lea Michele vem à tona e inclui Cory Monteith

As acusações contra Lea Michele não param de pipocar nos Estados Unidos. Parece que todo mundo em Hollywood tem uma história com ela. A mais recente vem de uma atriz desconhecida chamada Monica Moskatow e envolve até o ator Cory Monteith, morto por overdose em 2013.

Lea Michele e Cory Monteith
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Monica compartilhou sua história nos comentários do post no qual Lea Michele pede desculpas por seus erros do passado. Segundo Monica, em setembro de 2009, a Fox alugou um colégio para a pré-estreia de “Glee” e contratou recepcionistas que se parecessem com os atores da série. Eles fariam uma performance para o elenco na festa. Ela foi escalada como sósia de Rachel Berry, a personagem de Lea Michele.

Quando a atriz chegou ao evento, no entanto, rolou um mal-estar com Monica. “Eles chegaram e perceberam que havia sósias, então Lea ficou me procurando. Quando ela me viu, disse: ‘meu Deus! Poderiam ter escolhido alguém mais feia?'”, diz Monica. Ela, obviamente, ficou aborrecida. Não esperava por aquilo.

Quem a consolou? Cory Monteith, segundo ela. “Ele me olhou e disse ‘não dê ouvidos para ela. Ela só está com ciúmes. Você é bonita’. Eu nunca esqueci isso”, diz Monica Moskatow.

Lea Michele e Cory Monteith
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Lea Michele está na berlinda

Desde o início da semana, Lea Michele enfrenta uma espécie de linchamento por parte de colegas de trabalho em Hollywood. Tudo começou quando ela se manifestou a favor do Black Lives Matter, e atores negros que trabalharam com ela vieram a público contar as más experiências que tiveram. Samantha Marie Ware disse que quase desistiu da carreira por causa de Lea, e que a atriz dizia nos bastidores que “cagaria na peruca dela” se tivesse oportunidade. A partir daí, mais e mais artistas vieram a público dizer o que viveram com Lea Michele.

Como muitos atores pretos contaram histórias ruins que viveram com ela, concluiu-se que se tratavam de acusações de racismo. Heather Morris, outra atriz de “Glee”, disse que realmente era desagradável trabalhar com Lea, mas que dizer que ela é racista pode ser um pouco demais. Amber Riley também se posicionou desta maneira. Outros atores, como Dean Geyer, vieram a público defender Lea Michele.

Escrito por Leonardo Torres

BLACKPINK quebra recorde na parada de singles britânica

Leigh-Anne, do Little Mix, chora em desabafo sobre racismo: “sempre senti que era a menos preferida”