in

A norte-americana com descendência etíope Kelela é uma das atrações do festival MECA no Rio e em São Paulo

Foto: Divulgação

Após o début inesquecível no Recife com o MECABrennand e levar mais de nove mil pessoas na quarta edição do MECAInhotim, o Rio de Janeiro prepara para receber no próximo sábado, dia 17, a segunda edição do MECAUrca, promovendo a simbiose entre música, arte e natureza. A etapa paulistana do festival, o MECABrás, acontece na segunda-feira, véspera de feriado, no dia 19. E a grande estrela de ambas as edições é a cantora norte-americana com descendência etíope Kelela, reconhecida pelo r&b, mas sem deixar de transitar por outros gêneros como hip-hop, rock, soul e pop.

Uma mistura de sedução sentimental com batidas vibrantes marca as apresentações de Kelela, revelação do pop alternativo e do R&B. A artista largou o emprego de telemarketing e se tornou expoente da nova cena pop alternativa. Seu álbum Take Me Apart figurou em diversas listas de melhores do ano em 2017, com destaque para a Pitchfork, que o colocou entre os cinco mais relevantes do último ano. Em 2018, a cantora já foi destaque no line-up de importantes festivais como Primavera Sound (Espanha), Bestival (Reino Unido), Festival Ceremonia (México) e Lente Kabinet (Amsterdã) e ainda vai circular por mais países.

.
SERVIÇO:

MECAUrca
17 de novembro de 2018 (sábado)
Morro da Urca: Avenida Pasteur, 520 – Urca, 22290-240. Rio de Janeiro – RJ
Ingressos: https://www.ingresse.com/mecaurca
Line up: Kelela, Dan Shake, Jaloo, Lia Paris, Xaxim, Fernando Schlaepfer, Raphael Lima e a dupla Transpira.

MECABrás
19 de novembro de 2018 (segunda-feira)
Complexo Orion (Rua Behring – Brás, São Paulo)
Ingressos: https://www.ingresse.com/mecabras
Line up: Kelela, o francês Jacques, o londrino Dan Shake, Teto Preto, Trava Lingua com Badsista e Linn da Quebrada, Edgar, a dupla Aisha & Yaminah e as festas Tormenta e Toda Grandona.

SOBRE O MECA
O MECA é uma plataforma multicultural que está presente em cinco estados do Brasil (SP, RJ, RS, MG e PE) por meio de festivais de música, projetos especiais, publicações de conteúdo e eventos gratuitos. Com a proposta de ser um radar da cena cultural nacional e internacional, o MECA nasceu em 2010 no Rio Grande do Sul e hoje realiza festivais imersivos com programação diversa em locações incríveis, produz eventos gratuitos de música, arte e educação, gera conteúdo gratuito em canais de mídia proprietários, além de conectar pessoas, marcas e iniciativas culturais em projetos especiais ao longo do ano inteiro.

Escrito por Daiv Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olly Murs retorna ao X Factor UK para performance

John Mayer fala sobre sua sobriedade em entrevista