Connect with us

Paula Fernandes

No setembro amarelo, Paula Fernandes fala sobre a sua luta contra a depressão: “Aos 18 anos achava que tinha problema cardíaco”

“Foi a pior fase da minha vida, mas foi a fase mais positiva para o meu autoconhecimento. Comecei a encarar a vida de uma maneira diferente, e a entender o que realmente queria dela”

Published

on

Durante entrevista ao “Gshow”, Paula Fernandes abriu o jogo sobre a depressão. Aos 35 anos e no seu momento de maior segurança, a cantora falou sobre a doença e destacou a importância do diagnóstico no Setembro Amarelo para a prevenção do suicídio. “Foi a pior fase da minha vida, mas foi a fase mais positiva para o meu autoconhecimento. Comecei a encarar a vida de uma maneira diferente, e a entender o que realmente queria dela. Comecei a me tornar a Paula que sou hoje naquela época. É quase que como quebrar uma casa pronta. É muito mais difícil do que construir uma casa do zero”, explicou a cantora.

Ver essa foto no Instagram

Gente, setembro sempre é o mês da primavera. Mas, desta vez, eu quero ver o Brasil muito mais florido. Só que precisa ser com uma flor especial, o girassol. E tem um motivo bem importante para isso: essa flor forte, que busca o sol todo dia, é o símbolo da campanha “Na Direção da Vida”, que foi feita para ajudar a prevenir o suicídio. Esse é um problema muito sério entre os jovens brasileiros e está bastante ligado com a depressão. Por isso, eu fiz um vídeo para contar a minha história com a doença e inspirar mais gente a vencer o preconceito e buscar ajuda. Porque, quando a gente fala de #DepressãoSemTabu, todo mundo vai #NaDireçãodaVida. Se você acha que meu depoimento pode ajudar alguém, compartilhe na sua página usando as hashtags da campanha, o ícone do 🌻 e o link do site depressaosemtabu.com.br Lá tem muitas informações sobre o assunto e dicas de como ajudar um amigo ou familiar. Aproveite para mandar um girassol da vida para os seus amigos marcando todos eles na sua postagem. Vamos juntos? (E shallow now!) #DepressãoSemTabu #NaDireçãodaVida 🌻 @cvvoficial @abrata_sp

Uma publicação compartilhada por Paula Fernandes (@paulafernandes) em

Aos 18 anos, Paula Fernandes percebeu que algo sério ocorria com sua saúde. Perda de apetite, queda de cabelo, insônia e arritmia foram alguns dos sintomas que a cantora identificou naquele período. “Foi um período bastante difícil, porque a gente não entende o que está rolando. Achei que estava com um problema cardíaco, fui ao médico e não era problema de coração. Descobri que estava realmente deprimida. Não queria aceitar o remédio, e é o primeiro passo que a pessoa que está com depressão deve dar: aceitar que precisa se tratar”, alerta Paula.

Paula Fernandes ainda explicou: “Tinha apenas 18 anos nessa época, e pensava: ‘Sou tão nova, inteligente, tenho tantas capacidades… Por que é que tenho isso?’. E descobri que crianças, jovens e idosos têm depressão. E a raiz do problema é diversa. Às vezes, a pessoa é superativa e alegre, e tem depressão. Então, não tem nada a ver com melancolia diretamente”, conclui.

Após começar a tratar a depressão, Paula passou por um processo de autoconhecimento. A artista focou nos estudos e largou a profissão. Uma oportunidade de emprego em uma loja de estofados fez com que Paula repensasse a decisão anterior. Ainda doente, a cantora optou por retornar à música para pagar a faculdade de Geografia. Na época, o cachê de Paula beirava entre R$ 40 e R$ 100.

“Achei que ia virar secretária, e comecei a mandar currículo para um monte de lugar. Lembro que o primeiro emprego que apareceu para mim foi de uma loja de estofado. Fiz as contas nos dedos, e decidi não aceitar. Voltei a tocar, mas ainda estava deprimida. Trabalhava de terça a domingo, e tinha uns cachês de R$ 40 na terça, e R$ 100 no sábado. Nessa época, fiz vestibular, e pagava a faculdade com os barzinhos e botecos onde que tocava”, conta.
“Com o tratamento direcionado, você começa a mudar mesmo, começa a ver cor na vida, porque antes estava tudo muito preto e branco. Voltei para os cursos profissionalizantes, e queria tentar entrar para a faculdade. Ainda tive muita dificuldade, na época, porque tive crises de pânico. Três anos depois, comecei a ter os primeiros sintomas de melhoras”, lembra a mineira.

“Sou exemplo de superação, diante da vida humilde que tive. E sou exemplo de que depressão tem tratamento. As pessoas têm medo de falar sobre depressão, e quebrando esse tabu, acho que ajudo muita gente. Vocês não têm noção da quantidade de mensagens que recebo diariamente. Não sou médica, conto o que vivi”, afirma Paula.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paula Fernandes

Paula Fernandes cobra Ludmilla por uma colaboração durante apresentação online

Sertaneja tem conversado com a funkeira sobre possível feat.

Published

on

Foto: Reprodução/Instagram

Já imaginou Paula Fernandes e Ludmilla juntas em uma música? Pode acontecer a qualquer momento. Durante uma apresentação online na noite desta terça-feira (17), a sertaneja cobrou a funkeira diante de milhares de internautas: “Aí, Lud! Vai ou não vai rolar esse feat?”, perguntou. Paula contou que está se “movimentando” com Lud para que este encontro saia.

Durante a live, Paula disse não ver a hora da quarentena acabar para poder abraçar os fãs e revelou o desejo de colaborar com outras estrelas do funk. Não demorou muito para que alguém perguntasse se ela faria um feat com Anitta. “Claro que faria. Por que não? Só não sei se desceria até o chão, mas poderia ser uma baladinha mais dançante”, deixou no ar.

E claro que teve “Juntos” durante a apresentação em esquema voz e violão (e um celular). Paula contou que ainda é difícil cantar sua versão em português para “Shallow”, de Lady Gaga e Bradley Cooper, porque sempre lembra do público cantando a parte de Luan Santana, que declinou do convite para a gravação do projeto audiovisual.

Relembre a versão ao vivo de “Juntos”:

Continue Reading

Paula Fernandes

Paula Fernandes lança edição física de CD e DVD “Origens”!

O material já está disponível!

Published

on

Paula Fernandes lançará edição física do CD e DVD “Origens”. Foto: Divulgação Universal Music

Uma das cantoras que mais vendeu discos no país, mesmo na era digital Paula Fernandes está investindo nas mídias físicas, o seu último lançamento, “Origens”, gravado na sua cidade natal, Sete Lagoas/MG, será lançado em CD e DVD físico. “Desde que lançamos o projeto os fãs me perguntam quando sairia o CD e o DVD físicos. Apesar de hoje em dia não ser tão comum e de termos o show completo nas plataformas digitais, quem é fã sabe a delícia que é ter o produto em mãos, e eu quero que eles sintam isso. Estou muito feliz por poder presenteá-los e eternizar esse capítulo da nossa história”, declarou a cantora.

Repleto de emoção, parcerias com grandes nomes da música brasileira e muita interação com o público de mais de 20 mil pessoas, ‘Origens’ traz uma Paula Fernandes mais leve, confiante e animada. Em um repertório repaginado, entre canções inéditas e releituras que marcaram história, inclui ‘Juntos’, a música mais aguardada da apresentação e que representa toda a força da cantora e seu amor para com os fãs.

Continue Reading


Paula Fernandes

Paula Fernandes cai em sua primeira aula de snowboard na França; veja o vídeo!

Cantora está em viagem pela Europa.

Published

on

Foto: Reprodução de Instagram

Em viagem de férias pela Europa, Paula Fernandes tem curtido o inverno do Velho Continente e aproveitou para ter aulas de snowboard. O namorado da cantora aproveitou para registrar todos seus movimentos durante os treinos com instrutores.

Ao descer na neve, Paula se desequilibrou e caiu a primeira vez, mas se levantou rapidamente. Mas não foi apenas isso: no fim da descida, a cantora quase atropelou outra praticante, causando um momento engraçado na neve.

Na segunda descida, a cantora mostrou uma habilidade maior e curtiu sem sustos. Veja:

Continue Reading

POPline Mix