Nicole Scherzinger e Robin Antin. Foto: Twitter
in ,

Nicole Scherzinger é processada por fundadora das Pussycat Dolls

Robin Antin alega quebra de contrato e pede indenização de R$ 3 milhões

A treta foi armada. Que a relação de Nicole Scherzinger e Robin Antin, fundadora das Pussycat Dolls, não é lá tão amistosa, a gente já sabe. Mas parece que o caldo entornou de vez. É que nesta sexta (3), a empresária moveu um processo multimilionário contra a ex-vocalista da girlband. De acordo com documentos obtidos pelo site “Radar”, Robin acusa Nicole de quebra de contrato.

ENos documentos, a fundadora explica que a empresa PCD é a única dona das músicas gravadas pela antiga banda da qual Nicole pertencia. Robin diz que fechou um acordo com a cantora por dois anos, onde a estrela concordou em relançar as novas Pussycat Dolls com novas integrantes. Como uma espécie de benção, passando a coroa para a nova safra das integrantes.

Nicole Scherzinger no Creative Arts Emmy Awards / Foto: Getty Images (uso autorizado POPline)

Além disso, o processo diz que Robin, assim como a PCD, receberam uma nota promissória, lá em 2017, no valor de US$ 600.000 da Live Nation na “confiança de que Scherzinger” estaria se apresentando em uma turnê de reunião. A partir disso, as partes teriam fechado acordo em 2019.

Nicole Scherzinger aparentemente concordou em fazer 45 shows, com a quantia de 49% dos lucros. Robin disse que gastou muito tempo e dinheiro no programa e Nicole até o promoveu brevemente nas redes sociais. A turnê estava programada para acontecer entre maio e junho desde ano, para shows na Europa, mas foi remarcada devido à pandemia de Covid-19.

Pussycat Dolls sofreram preconceito pela idade
Foto: Andrew Timms

Robin alega nos documentos que Nicole está tentando desistir e refazer seu contrato. Seus advogados recentemente exigiram 75% da receita das Pussycat Dolls. A empresária se recusou a concordar com os termos e, em maio de 2021, Scherzinger supostamente desistiu da turnê.

Robin diz que as datas da turnê foram planejadas, mas por causa da “extorsão” de Nicole, a Live Nation exigiu a devolução dos US$ 600 mil. Ela está furiosa e exigindo que Nicole pague uma indenização por seu comportamento.

Escrito por Leonardo Rocha

Lady Gaga com Pabllo e EP da Juliette já dominam ranking da Apple Music

Andreas Kisser é o novo embaixador do Pentakill no Brasil