in

Nicki Minaj critica revistas de moda por favorecimento racial em suas capas

Se há uma coisa que Nicki Minaj não tem, é papas na língua. E quando é para defender a igualdade entre etnias, a rapper tem uma voz ativa e forte na comunidade. E seu novo alvo são as revistas de moda.

Segundo Nicki, em postagem na sua página oficial no Instagram, as revistas de moda não a permitiam usar certos estilos de cabelo, enquanto permitia que esses estilos aparecessem na cabeça de mulheres de diferentes etnias.

“Por anos, as revistas de moda mudavam meu estilo de cabelo para suas capas mas permitiam mulheres de uma raça diferente usar o mesmo estilo na capa”, afirmou Nicki Minaj.

Em resposta a um fã, que afirmou que agora eles não poderiam fazer isso com ela, devido ao seu sucesso, ela afirmou: “Na verdade, eles ainda fazem”.

A luta pela igualdade racial e social tem vozes ativas na música, principalmente entre os artistas do rap e hiphop, e vem ganhando ainda mais importância após a eleição de Donald Trump para Presidente dos Estados Unidos. Donald é idealizador de diversos projetos excludentes racialmente.

Escrito por Kavad Medeiros

Grupo Rouge canta “Sua Cara” de Anitta, Pabllo Vittar e Major Lazer

Após drama familiar gerado por desastre natural em Porto Rico, Jennifer Lopez adia lançamento de seu novo álbum