Netflix planeja lançar frentes de playlists, podcasts e games
Foto: Freestocks/Unsplash
in

Netflix planeja lançar frentes de playlists, podcasts e games

De acordo com fontes do Protocol e da Bloomberg, projeto inclui o lançamento da “N-Plus” e do espaço para games sem custo adicional

Com o mercado aquecido, a Netflix planeja a expansão de seus serviços para além de filmes e séries, com frentes de playlists, podcasts e, até mesmo, games. É o que apontam fontes do Protocol e da Bloomberg, que afirmam que a empresa está fazendo pesquisas internas para entender os serviços que os assinantes gostariam que o streaming oferecesse.

Para o projeto chamado de “N-Plus”, playlists personalizadas de programas de TV e “In memoriam pages”, são alguns conteúdos que a Netflix está avaliando para a iniciativa descrita como um “futuro espaço online onde você pode aprender mais sobre os programas da Netflix e coisas relacionadas a eles”.

Em uma pesquisa enviada aos usuários, incluindo o repórter do Protocol, Biz Carson, a Netflix questionou as pessoas sobre uma ampla gama de recursos e conteúdo, incluindo podcasts, playlists geradas pelo usuário, instruções e muito mais. “N-Plus é um futuro espaço online onde você pode aprender mais sobre os shows da Netflix que você ama e qualquer coisa relacionada a eles”, disse a pesquisa.

Contactado pela Protocol, um porta-voz da Netflix disse que a pesquisa fazia parte de esforços regulares para pesquisar seu público sobre coisas que a empresa estava explorando, mas disse que não tinha mais nada para compartilhar por enquanto.

Mercado de Games e o futuro da Netflix

De acordo com a Bloomberg, a Netflix também está marcando seu primeiro grande movimento além de programas de TV e filmes, planejando uma expansão para o universo dos games e contratou um ex-executivo da Electronic Arts Inc. e do Facebook Inc. para liderar o esforço.

Mike Verdu ingressará na Netflix como vice-presidente de desenvolvimento de jogos, reportando-se ao diretor de operações Greg Peters, disse a empresa na quarta-feira (14). Verdu foi anteriormente o vice-presidente do Facebook encarregado de trabalhar com desenvolvedores para trazer jogos e outros conteúdos para fones de ouvido de realidade virtual Oculus.

A Bloomgerg aponta que a ideia é oferecer videogames na plataforma de streaming da Netflix até o próximo ano, segundo uma pessoa a par da situação. Os jogos aparecerão ao lado da tarifa atual como um novo gênero de programação – semelhante ao que a Netflix fez com documentários ou especiais de stand-up. Atualmente, a empresa não planeja cobrar a mais pelo conteúdo, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque as deliberações são privadas.

A Netflix tem buscado maneiras de continuar crescendo, especialmente em mercados mais saturados, como os EUA. Isso inclui também desenvolver a programação infantil, abrir uma loja online para vender mercadorias e contratar Steven Spielberg para trazer filmes de maior prestígio à sua programação. A empresa continua bem à frente de rivais de streaming como Disney+ ou HBO Max, mas adicionou menos assinantes do que o esperado em seu trimestre mais recente.

Entrar nos jogos seria uma das jogadas mais ousadas da Netflix até o momento. Com Verdu, a empresa tem um executivo que trabalhou em jogos populares para celular na Electronic Arts, incluindo títulos nas franquias Sims, Plants vs. Zombies e Star Wars. Ele também atuou como diretor de criação da Zynga Inc. entre 2009 e 2012.

A Netflix formará sua equipe de jogos nos próximos meses, segundo uma fonte a par do assunto. A empresa já começou a anunciar posições relacionadas ao desenvolvimento de jogos em seu site.“Parece um evento significativo com amplas ramificações no cenário dos videogames”, escreveu o analista do Citi, Jason Bazinet em nota na quinta-feira. Ele disse que a mudança da Netflix cria “riscos óbvios” para desenvolvedores e editores de jogos maiores.

Os videogames oferecem à Netflix outra maneira de atrair novos clientes e também oferecem algo que nenhum de seus concorrentes diretos oferece atualmente. Walt Disney Co., WarnerMedia e Amazon.com Inc. da AT&T Inc. têm acesso a esportes ao vivo, mas não têm jogos em seus principais serviços de vídeo.

Em junho, a Netflix, fechou um novo contrato exclusivo de longo prazo com a BMG para o gerenciamento e administração dos direitos de publicação de música da Netflix em todo o mundo fora dos Estados Unidos. Saiba mais detalhes acessando aqui. 

Escrito por Láisa Naiane

Irmã de Bianca Andrade mostra o rostinho do pequeno Cris; veja!

Funkeiros poderão ter mais destaque no Grammy Latino