in , , ,

Netflix lançará documentário sobre Lou Pearlman, criador do ‘N Sync e dos Backstreet Boys

Lou Pearlman é tema da série documental “Dirty Pop: The Boy Band Scam”, que abordará sua ascensão e seu declínio.

Netflix lançará documentário sobre Lou Pearlman, criador do 'N Sync e dos Backstreet Boys
(Foto: YouTube / Daily Mail)

A Netflix internacional anunciou o lançamento de um documentário sobre o empresário Lou Pearlman, criador dos grupos Backstreet Boys, ‘N Sync e O-Town. O documentário se chamará “Dirty Pop: The Boy Band Scam” – algo como “Pop Sujo: O Golpe da Boyband” em português – e estreará em julho em formato de série.

Netflix lançará documentário sobre Lou Pearlman, criador do 'N Sync e dos Backstreet Boys
(Foto: Twitter @netflix)

Leia mais:

Segundo a plataforma de streaming, a série documental mostrará a ascensão e a queda de Lou Pearlman. A Netflix se refere a ele como “o magnata da música que criou e explorou algumas das maiores boybands dos anos 1990”.

Ele, de fato, fez isso. Lou Pearlman já foi considerado genial, por administrar duas boybands concorrentes (Backstreet Boys e ‘N Sync), mas morreu em 2016 com a fama de trambiqueiro. Ele, inclusive, morreu na prisão, condenado a 25 anos por lavagem de dinheiro.

(Fotos: Divulgação)

Lou Pearlman colecionou processos após trambiques

Praticamente todo mundo que trabalhou com Lou o processou. O caso era quase sempre o mesmo: ele dava um jeitinho de deturpar a situação para ganhar mais dinheiro que os artistas. Os Backstreet Boys foram os primeiros a entrar com uma ação contra ele, e os membros do ‘N Sync fizeram o mesmo logo depois.

É famosa a história que, no auge do sucesso, nenhum integrante dos Backstreet Boys via nem cor de dinheiro. O grupo passou os primeiros anos rendendo milhões de dólares para o empresário e a gravadora, mas Lou Pearlman dizia que eles não tinham direito a nada porque ele ainda estava recuperando o que havia investido no quinteto.

Netflix lançará documentário sobre Lou Pearlman, criador do 'N Sync e dos Backstreet Boys
(Foto: Divulgação)