in ,

Negra Li volta à música com álbum “Raízes” e novas referências!

Negra Li lançará o álbum “Raízes” dia 23 de novembro! Foto: Divulgação

Negra Li está com CD novo! “Raízes” será lançado plataformas digitais traz um conceito múltiplo. Ressalta a raiz africana, a raiz musical, a raiz da periferia, a raiz capilar. Negra Li retoma suas origens, reafirmando a pele negra com força e determinação. Inovador, o novo disco cria uma identidade musical única, que engloba vários estilos, mescla o rap com sons brasileiros apimentados e “beats” modernos e presenteia o público com um disco original e diferenciado.

R&B, trap, reggae, pop, rap, ritmos latinos e africanos são conectados pela sonoridade brasileira. A nova fase de Negra Li registra neste trabalho seu momento de vida atual, de felicidade, posicionamento, amor pela família e pela periferia, maturidade, integridade e beleza. “Certamente esse é o melhor trabalho da minha carreira”, diz a cantora. Maduro, o novo CD mescla a alma da música brasileira e do rap a vários estilos musicais. “Vamos criar a partir dele uma nova referência musical”, avisa Negra Li.

O álbum conta com as participações de Seu Jorge, Rael da Rima, Gaab e Cynthia Luz, trazendo uma conexão musical entre a nova e a velha geração. “Este é o grande diferencial desse novo trabalho. Trazer o novo e o velho, misturar sons, trafegar e experimentar novos “beats”, criar um novo conceito, diz o empresário da cantora.

Negra Li e Rael na gravação da música “Raízes”, do álbum de nome homônimo que será lançado dia 23 de novembro. Foto: Divulgação

“Raízes” traz 11 faixas inéditas formatadas em um intenso trabalho de criação que durou seis meses. A primeira música “Malandro chora” teve clipe lançado em setembro, antecipando e anunciando o disco, traz um pop de letra forte, com pitadas de rap e sons brasileiros.

O clipe da música “Raízes”, com a participação de Rael, está previsto para ser lançado dia 23 e aborda com força a temática dos direitos dos negros desde a época da escravidão e é acompanhado de um videoclipe inédito, que conta a história de escravos que fugiram e conquistaram a liberdade. Foi filmado em uma fazenda , em Ibiúna, e faz referência à época da escravidão. A música é uma poesia pelos direitos dos negros e traz “beats” fortes e sons africanos para falar sobre as raízes da raça negra e o orgulho de ser negro.

Escrito por Helena Marques

Billboard Hot 100: veja o Top 10 e os números alcançados por Ariana Grande para estrear direto em 1º lugar

ROCKline: Cachorro Grande anuncia última turnê da banda e recruta novamente o guitarrista Marcelo Gross