in ,

“A música pop atual me assusta, me agride”, diz Ed Motta em entrevista onde comenta sobre Pabllo Vittar

Comemorando 30 anos de carreira, Ed Motta deu uma entrevista para o jornal “O Globo” onde falou sobre os problemas que teve em sua carreira por conta das suas declarações polêmicas como a de “brasileiro ser simplório” com relação à cultura e também sobre se negar a cantar músicas em português e falar o idioma natal no exterior. Na ocasião, Ed Motta falou que não consome discos novos desde 1982 e explicou o seu elogio a Pabllo Vittar.

“Não tenho nenhum disco que passe de 1982. Quando chorei, foi por saber da história de vida de Pabllo Vittar, do ataques de ódio que recebe. Vi ele cantando Whitney Houston e achei bom, como acho que Sandy e Ivete Sangalo cantam bem. A música pop atual me assusta, me agride. Parei até de ler sobre, pois minha pressão subia, passava mal de ódio de ler “fulano é o maior guitarrista”, “melhor disco do ano é tal coisa”. Mas escuto tudo entre 1940 e 1970. Outro, dia achei um disco de funk do Dominguinhos”.

Escrito por Helena Marques

Ariana Grande foi a estúdio de TV socorrer Pete Davidson após ameaça de suicídio, diz site

Dua Lipa anuncia lançamento de música para trilha sonora do filme “Alita: Battle Angel”