Foto: reprodução/ @mileycyrus Instagram
in ,

Miley Cyrus revela que ‘ficou sóbria’ para não morrer como Amy Winehouse e Kurt Cobain

Miley Cyrus acabou de completar 28 anos na última segunda-feira (23/11) e a nova idade parece também representar um maior nível de maturidade para a artista que já se envolveu em diversas polêmicas.

Em recente entrevista, Cyrus falou sobre o tão temido clube dos 27 e revelou que ‘ficou sóbria’ para não entrar para o grupo de artistas que perderam a vida prematuramente, como Amy Winehouse, Kurt Cobain, Jimi Hendrix e Janis Joplin.

Ao conversar com o programa de rádio New Music Daily, a cantora disse que tentou ficar sóbria ao longo do ano para ‘se proteger’.

“Tudo isso me fez querer ficar sóbria, porque perdemos muitos ícones aos 27. É um momento muito importante (…) Ou você vira a página ou é isso. Eu sinto que alguns dos artistas não conseguiram lidar com seus próprios poderes, suas próprias forças… É energia” , disse Miley.

Apesar de sua compreensão sobre o tema, a artista revelou que teve recaídas e que não pretende ser falsa em relação as suas atitudes:

“Eu nunca sentaria aqui e diria: ‘Ah, eu estive sóbria pra caralho’. Eu caí e percebi que agora estou de volta à sobriedade. Duas semanas sóbria, e eu sinto que realmente aceitei aquele tempo”

Cyrus ainda fez uma reflexão sobre autoconhecimento nos momentos de reincidência ao abusar de álcool e drogas. “Um das técnicas que eu usei ao longo deste processo foi: ‘Não fique furioso, fique curioso’. Não fique com raiva de si mesmo, mas pergunte-se o que aconteceu.”, disse a cantora.

“Eu não acho que todo mundo tem que estar sóbrio pra c…. Acho que todos têm que fazer o que é melhor para eles. Não tenho problema em beber. Tenho um problema com as decisões que tomo depois”

Confira a entrevista completa: 

Plastic Hearts chega nesta sexta-feira (27)

“Plastic Hearts” é o sétimo álbum de estúdio da carreira da Miley Cyrus, desconsiderando a discografia de “Hannah Montana”. O disco traz participações de Billy Idol, Joan Jett e Stevie Nicks, além da Dua Lipa, e marca o retorno da Miley à música pop, depois do “Younger Now” (2013) influenciado pelo country.

A cantora apontou Britney Spears e Metallica como influências musicais deste novo projeto. Os créditos de produção envolvem Andrew Watt (de “Break My Heart” da Dua Lipa), Louis Bell (de “My Oh My” da Camila Cabello e “Sucker” dos Jonas Brothers) e Mark Ronson (de “Nothing Breaks Like a Heart”).

(Foto: Divulgação)

Miley Cyrus contou que descartou um álbum durante o processo criativo até chegar a “Plastic Hearts”. “Quando eu pensei que o trabalho estava finalizado, tudo foi apagado, incluindo a maior parte da relevância musical, porque TUDO tinha mudado. A natureza fez o que agora eu vejo que foi um favor e destruiu o que eu não podia deixar ir embora por mim mesma. Eu perdi minha casa em chamas em Los Angeles , mas eu me encontrei nas suas cinzas”, explicou.

 

Escrito por Douglas Françoza

“Vênus em escorpião”: Gaby Amarantos anuncia música com Ney Matogrosso e Urias

Wanessa Camargo publica texto emocionante após morte do avô Francisco