Foto: @mileycyrus @dababy Instagram
in ,

Miley Cyrus oferece diálogo a DaBaby: “Adoraria conversar”

Cantora criticou a cultura do cancelamento das redes sociais

O rapper DaBaby foi o grande assunto da última semana por conta de suas falas homofóbicas e sorofóbicas proferidas durante um show no Rolling Loud Festival. Após um pedido de desculpas que piorou ainda mais a sua situação, o artista perdeu contratos com marcas, teve shows desmarcados e sentiu a reação das redes sociais e de colegas de trabalho como Dua Lipa, Anitta, Elton John e Madonna – que repudiaram suas declarações.

Fundadora de uma ONG que auxilia pessoas LGBTQIA+ em situação de rua, Miley Cyrus usou as redes sociais para enviar uma mensagem ao rapper, nesta quarta-feira. Ao contrário de seus colegas, a cantora optou por uma manifestação mais amena, propondo o diálogo: “como um membro orgulhoso e leal da comunidade LGBTQ +, grande parte da minha vida tem sido dedicada a encorajar o amor, a aceitação e a mente aberta“, começou a intérprete de “Midnight Sky“.

Miley Cyrus. Foto: Twitter

“A internet pode alimentar muito ódio e raiva e é o núcleo da cultura do cancelamento. Mas acredito que também pode ser um lugar cheio de educação, conversação, comunicação e conexão”, continuou Cyrus.

 “É mais fácil cancelar alguém do que encontrar perdão e compaixão em nós mesmos ou reservar um tempo para mudar corações e mentes. Não há mais espaço para divisão se quisermos continuar vendo o progresso! Conhecimento é poder. Eu sei que ainda tenho muito que aprender”, declarou Miley.

Leia Mais:

Na legenda da publicação, a cantora mencionou o rapper e pediu para que ele verificasse sua caixa de mensagens. “Adoraria conversar e ver como podemos aprender um com o outro e ajudar a fazer parte de um futuro mais justo e compreensivo”, finalizou.  A fala de Miley dividiu opiniões nas redes sociais. Os fãs da cantora não gostaram do posicionamento apaziguador da artista.

Confira a publicação

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Miley Cyrus (@mileycyrus)

Nesta segunda-feira (2), o rapper pediu desculpas por suas falas preconceituosas e agradeceu a quem lhe ofereceu ajuda de forma privada:

 “As redes sociais andam tão rápido que as pessoas querem te destruir antes de você ter a oportunidade de crescer, se educar, e aprender com seus erros. Como um homem que construiu seu caminho vindo de muitas circunstâncias difíceis, ter pessoas que eu conheço trabalhando contra mim – sabendo que eu precisava de orientação e educação nesses tópicos – tem sido desafiador. Eu aprecio as muitas pessoas vieram até mim com gentileza, que me abordaram privadamente para oferecer sabedoria, educação e recursos. É o que eu precisava e recebi. Eu quero me desculpar com a comunidade LGBTQ+ pelos comentários dolorosos e desencadeadores que eu fiz. De novo, me desculpo por meus comentários ignorantes sobre HIV/AIDS e sei que instrução é importante. Amor a todos. Deus abençoe”, escreveu.

Escrito por Douglas Françoza

Jack Johnson é confirmado no Rock in Rio 2022, segundo jornalista

Billie Eilish se transforma em Princesa da Disney para novo teaser de show