Conheça a importância dos metadados para uma música
Foto: Unsplash
in

Metadados: descubra o significado e seu papel fundamental para uma música

O preenchimento correto deles que garantem que um artista seja creditado digitalmente pela música e possa ser encontrado

Um dos elementos mais importantes de uma música são os Metadados. O preenchimento correto deles que garantem que um artista seja creditado digitalmente pela música, além de ser uma importante chave para seu sucesso.

Os metadados são literalmente “dados sobre outros dados”; eles dão estrutura e contexto a um determinado conjunto de informações. Basicamente, em uma analogia simples, se imaginarmos uma piscina, ela sem água seria apenas um espaço vazio, certo?! Porém, ela pode ser preenchida por água, por bolinhas, terra, entre outros; ela ganha uma forma e função. A função dos metadados é exatamente essa.

Os Metadados de música, mais especificamente, são a coleção de informações que pertencem a um arquivo de música, como: nome do artista, produtor, compositores, título da música, data de lançamento, gênero, humor, duração da faixa, para citar alguns. Se alguma dessas informações estiver faltando ou incorreta, isso pode ter um efeito adverso na forma como seus criadores são compensados pela execução de uma música. E além disso, as músicas não poderão ser encontradas na plataforma, bem como, serem adicionadas em quaisquer playlists editorais.

De acordo Tyler White, gerente de produto do grupo Music Publishers & Songwriters no Spotify, “Metadados de publicação precisos são essenciais para garantir que você seja pago como compositor”.

“Os metadados também são essenciais para obter crédito por seu trabalho e ser reconhecido por ele em todo o setor”, continua ele. “Sabemos que, para os compositores, seus créditos são como um cartão de visita; é sua próxima oportunidade. É sua chance de obter sua grande chance. Talvez alguém como Kanye ou Adele goste de uma música da qual você faz parte e decida chamá-lo e trazê-lo para o próximo projeto porque eles estão procurando por novos talentos”, afirma.

Metadados no Spotify
Foto: Crédito para autores no Spotify acessado pelo iOs/Spotify

Em geral, as oportunidades de renda para um compositor são três. “Os três principais fluxos de royalties que são royalties mecânicos, royalties de execução pública e os royalties de sincronização”, explica Andrew Sparkler, vice-presidente sênior de desenvolvimento de negócios da Downtown Music Publishing, que representa uma ampla gama de clientes, incluindo Ryan Tedder, Mötley Crüe, One Direction, John Prine e o catálogo de John Lennon.

As Editoras como a Downtown são uma peça fundamental do ecossistema dos compositores. Entre as atividades, eles geram receita por meio do licenciamento dos seus catálogos em programas de TV, filmes e anúncios, ao mesmo tempo em que coletam os royalties de seus compositores através de vários canais de receita, incluindo, mas não se limitando a: rádios, vendas de material físico álbuns e, também, streams digitais.

“Fornecer seus metadados de publicação desde o início é a melhor maneira de evitar problemas no futuro”, diz White, que cita informações do compositor ausentes ou incompletas como um problema particularmente desafiador enfrentado pela indústria da música digital.

Em declaração para o Spotify, ele indica três ações que todos os compositores devem realizar para maximizar sua receita:

1.) Envie seus créditos e divisões (a porcentagem que você contribui para uma faixa) para as pessoas apropriadas antes de uma faixa ser lançada.

Ao concordar com as divisões de redação apropriadas com todos os co-escritores e / ou produtores o mais cedo possível – e tendo um documento escrito deste acordo – você evitará o resultado não intencional de ninguém ser creditado ou pago apropriadamente. Finalmente, chegue a um acordo sobre a “cópia da etiqueta” com o artista, empresário e gravadora. Isso se refere a como você, como escritor ou produtor, será listado na exibição pública da música assim que for lançada.

2.) Certifique-se de que, sempre que completar uma canção, você enviará todas as informações sobre ela à sua sociedade de gestão coletiva e/ou Editora, caso possua uma

Ter um registro preciso de uma música garante que você receba royalties de publicação de todas as fontes, incluindo, mas não se limitando ao Spotify. Isso é importante mesmo quando você não tem certeza de quando ou se a música será lançada.

3.) Faça login na Plataforma Digital e certifique-se de que as músicas que você escreveu, total ou parcialmente, exibam os devidos créditos

Caso contrário, provavelmente significa que as informações estavam ausentes ou incompletas quando a música foi inserida em uma plataforma. Neste caso deve contactar a empresa que distribui a sua obra para serviços de música digital, seja uma gravadora, selo ou uma distribuidora digital.

Agora, mais do que nunca, os compositores são solicitados a serem empreendedores da música digital, lidando com tarefas que tradicionalmente pertenciam a terceiros. Mas, a vigilância em torno de coisas como a precisão dos metadados compensa – literalmente.

“Seus créditos de escrita são como sua pensão”, diz White. “Investir em seus dados de publicação é investir em seu futuro de longo prazo como artista e em sua capacidade de ser criativo ao longo da vida.”

Para outras dicas sobre os bastidores da indústria da música, acesse o Guia MM do POPline.Biz é Mundo da Música, um canal dedicado a decifrar as informações do setor musical. Clique aqui e saiba mais.

Escrito por Láisa Naiane

Daniela Mercury confirma participação na festa do “BBB 21”

BBB 21: Camilla discute com Karol Conká: “Não sou obrigada a me dar bem com você”