in ,

“Me defino como bicha. Para os héteros, Senhora Excelentíssima Bicha”, diz Johnny Hooker em entrevista

A partir desta segunda-feira, (15), a MTV exibe na TV e redes sociais o depoimento do cantor Johnny Hooker na campanha #PRONTOSAÍ, que celebra o ato de ‘sair do armário. Johnny Hooker se mostra um homem consciente e sem receios de falar sobre sexualidade: “Eu acho que eu me defino como bicha mesmo. Para os héteros, Senhora Excelentíssima Bicha, por favor. A minha geração se apropriou e ressignificou esses termos pra se identificar”, revela Johnny Hooker. “Faz parte da transformação do mundo falar ‘meu corpo bicha’, ‘meu corpo sapatão’, ‘meu corpo travesti’. Eu acho isso incrível”, complementa.

Johnny Hooker fala sobre sexualidade e política em depoimento inspirador no #PRONTOSAÍ. Divulgação MTV Brasil

“Ódio não é uma narrativa”, explica Johnny

Sobre o atual momento político do Brasil Johnny Hooker demonstra sua insatisfação com o discurso de ódio disseminado pelas pessoas em todo o país: “A democracia é uma luta que se luta todos os dias. É uma luta que tem que ouvir todas as narrativas. Ódio não é uma narrativa”, explica.

Em depoimento inspirador, cheio de empoderamento e atitude, Hooker ainda comenta sobre a quantidade de LGBTQI+ assassinados no Brasil e como o preconceito contra a diversidade ainda condena a sociedade. “A gente ainda é o país que mais mata LGBTS no mundo. Mas a gente só vai poder avançar se a gente reafirmar nosso pacto civilizatório com a diversidade, com o diálogo, com a democracia. A gente só pode avançar se a gente voltar a se olhar no espelho e entender que a gente é essa mistura de tantas coisas incríveis”.

Escrito por Helena Marques

Resenha ROCKline: os 20 anos do MADA e o encontro da música com seu viés de protesto

Justin Bieber “não superou” Selena Gomez e “se sente culpado” por internação, diz revista