in ,

Matthew Morrison comenta polêmica com Lea Michele

O ator e cantor Matthew Morrison, o Will Schuester da série “Glee”, se pronunciou sobre a polêmica recente envolvendo Lea Michele, protagonista do extinto programa musical. Ele foi questionado sobre o tema durante uma entrevista para o “Access Al Areas” da Fubar Radio, na Inglaterra.

Matthew Morrison comenta polêmica com Lea Michele
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

“Honestamente, eu acho que isso é uma distração dos problemas maiores que estão acontecendo agora. É tipo… ah!”

O programa vai ao ar nesta quinta (25/6), mas foi gravado na véspera. Trechos foram divulgados pela coluna Page Six do New York Post. Especificamente sobre Lea, Matthew Morrison falou o seguinte:

“Você quer ser a pessoa boa e prazerosa de se estar perto. É tudo que vou dizer sobre isso”

Lea Michele é atacada por vários colegas de elenco

A eterna Rachel de “Glee” se viu na berlinda quando decidiu fazer um tweet em apoio ao Black Lives Matter. Atores negros que trabalharam com ela na TV vieram à tona acusá-la de estrelismo, bullying e desrespeito ao restante do elenco. Dado o contexto social, ficou subentendido que Lea Michele era racista, o que posteriormente foi desmentido.

Samantha Ware, a primeira a expor Lea Michele, disse que ela fazia comentários maldosos e olhava torto, criando um ambiente tenso no set. Segundo Samantha, Lea dizia que se pudesse cagaria na peruca de sua personagem. “Era uma série de atitudes passivo-agressivas e só foi piorando”, falou à revista Vanity Fair.

Lea Michele se desculpou publicamente pelas alegações de Samantha, mas esta não viu verdade na mensagem. “Será que Lea sabe o que é uma microagressão? Eu não sei. Tudo que o pedido de desculpas dela fez foi reafirmar que ela não aprendeu nada. Estou chamando Lea de racista? Não”, disse à mesma revista.

Matthew Morrison comenta polêmica com Lea Michele
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
Leia o pedido de desculpas de Lea Michele:

“Uma das mais importantes lições das últimas semanas é que precisamos parar para ouvir e aprender sobre as perspectivas das outras pessoas e qualquer papel que tenhamos tido ou qualquer coisa que possamos fazer para ajudar a falar sobre as injustiças que eles enfrentam.

Quando eu tuitei no outro dia, foi com o intuito de mostrar apoio aos nossos amigos e vizinhos e comunidades pretas durante este período realmente difícil, mas as respostas que recebi para o que postei também me fizeram focar especificamente em como meu próprio comportamento em relação a colegas de elenco era percebido por eles.

Enquanto eu não lembro de ter feito essas afirmações específicas e não ter nunca julgado outros por sua história ou cor de sua pele, isso não é importante, o que importa é que eu claramente agi de forma que machucou outras pessoas. Tenha sido minha posição privilegiada e a perspectiva que me fizeram ser percebida como insensível ou inapropriada às vezes ou tenha sido apenas minha imaturidade e eu sendo desnecessariamente difícil, eu peço desculpas por meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado.

Nós todos podemos crescer e mudar e eu definitivamente usei esses últimos meses para refletir sobre minhas próprias falhas.

Eu estou a poucos meses de me tornar mãe e eu sei que preciso continuar trabalhando para melhorar e tomar responsabilidade sobre minhas ações, para que eu possa ser um verdadeiro modelo para meu filho e para que eu possa passar minhas lições e erros, para que eles possam aprender de mim.

Eu ouvi essas críticas e eu estou aprendendo e enquanto eu estou muito arrependida, eu irei ser melhor no futuro por causa dessa experiência”.

Escrito por Leonardo Torres

Lady Gaga faz aparição suspresa em evento online beneficente; assista!

Mãe da namorada de Nego do Borel diz que filha foi “empurrada na rua e jogada no chão” pelo cantor