Mariah Carey lança EP em espanhol com versões de grandes sucessos. Foto: Getty Images
Mariah Carey lança EP em espanhol com versões de grandes sucessos. Foto: Getty Images
in ,

Mariah Carey lança EP em espanhol com versões de grandes sucessos

Lançamento faz parte do MC 30, em que toda sexta-feira ela disponibiliza materiais inéditos para os fãs

Toda sexta-feira já virou tradição! Comemorando 30 anos de carreira, Mariah Carey tem o hábito de sempre divulgar um material inédito sempre às sextas-feiras. Desta vez, a cantora disponibilizou o EP Mariah Carey en Español com versões em espanhol da música “Hero“, “Open Arms” e “My All“. Além das versões, também estão incluídas vários remixes diferenciados das canções.

Mariah Carey lança EP em espanhol com versões de grandes sucessos. Foto: Getty Images
Mariah Carey lança EP em espanhol com versões de grandes sucessos. Foto: Getty Images

A compilação de músicas em espanhol de Mariah reúne momentos diferentes da sua carreira. A versão de “Hero“, “Heroe“, foi lançada originalmente em 1993 como b-side do álbum “Music Box“. Já “El Amor que Soné“, a versão de “Open Arms“, saiu em alguns CDs promocionais em 1995, do álbum “Daydream”.

A versão de “My All”, “Mi Todo“, também foi gravada em 1997 e esteve disponível em algumas edições do álbum “Butterfly” no mercado latino. A novidade mesmo fica por conta dos remixes das canções.

Mariah Carey é a rainha pop dos remixes, diz revista

A matéria era sobre o álbum “Club Future Nostalgia” da Dua Lipa, mas o site americano Pitchfork acabou enaltecendo Mariah Carey. A cantora recebeu o título de “rainha pop dos remixes”.

Mariah Carey é a rainha pop dos remixes, diz revista
(Foto: Divulgação)
Confira o trecho da matéria na íntegra:

“Uma diva pop é mais pobre sem seus remixes. Os remixes dançantes da Madonna vão de ‘Express Youself’ de Shep Pettibone até a revisão revitalizante de sua discografia por Suart Prince para as turnês dos anos 2000. As versões ‘club’ de Whitney Houston trouxeram energia extra para uma performance alegre na NY Pride em 1999 (‘Se sua música está bombando nas casas noturnas, você está indo bem’, observou Houston). E os remixes de hip-hop e dance de Mariah Carey, a rainha pop dos remixes, reduz a distância entre os gêneros e se tornam playground para a inovação”, diz o veículo.

Histórico da Mariah com remixes

Mariah Carey chegou a lançar um álbum só de remixes em 2003. O “The Remixes” foi um álbum duplo – com o primeiro disco voltado para remixes “club” e o segundo voltado para o hip-hop, com diversas participações especiais.

A cantora também chegou a planejar uma versão remix do álbum “Memoirs of an Imperfect Angel” (2009). Ele se chamaria “Angels Advocate” – como a turnê – mas o projeto foi cancelado.

Mariah Carey é a rainha pop dos remixes, diz revista
(Foto: Divulgação)

Em 2019, a MTV também a chamoou de “rainha dos remixes” em uma matéria, ressaltando sua habilidade para satisfazer os fãs de pop, R&B, hip-hop e eletrônico. O produtor David Morales, que colaborou com ela em um remix de “Dreamlover” em 1993, a elogia:

“Mariah abriu uma porta inteira, e não muitas pessoas eram capazes disso naquela época. Quando outros grandes artistas viram o que fiz com Mariah, eles queriam. Foi assim que entrei em estúdio com Toni Braxton, Aretha Franklin, Seal e Donna Summer”, diz.

Ouça o remix citado por ele:

Escrito por Helena Marques

Exclusivo: Gaab e Dilsinho mostram sintonia no novo clipe “Não Volto Atrás”

Gabi Fernandes e Inimigos da HP misturam sertanejo e pagode no clipe de “Rolo Antigo”