Foto: reprodução/luisasonza
in ,

Luísa Sonza lança lyric vídeo de “Penhasco”

Cantora se inspirou em clássica entrevista de Clarice Lispector

O álbum “Doce 22” agradou o público e está rendendo à Luísa Sonza excelentes resultados nas plataformas de streaming. Contrariando as expectativas, quem ganhou destaque foi a balada do projeto. A faixa “Penhasco” é a música não-single mais bem sucedida do álbum e chegou ao segundo lugar no ranking diário do Spotify Brasil.

Nesta quarta-feira (28), Sonza liberou um lyric video cheio de referências às situações que supostamente inspiraram a música. “Penhasco” foi interpretada pela maioria dos fãs como uma canção sobre o casamento da cantora com o humorista Whindersson Nunes.

O vídeo mostra Luísa sentada em uma cadeira chorando e fumando um cigarro, diante de câmeras de televisão, como fez Clarice Lispector em sua última entrevista, concedida ao repórter Júlio Lerner, na TV Cultura, em 1977. Em alguns momentos, a cantora chora e aparece introspectiva, reflexiva.

O final do registro audiovisual mostra uma claquete, parecida com a exibida na clássica entrevista da escritora, com a data em que Luísa participou do programa “Encontro com Fátima Bernardes” e se emocionou ao comentar pela primeira vez a sua relação com a depressão enfrentada pelo então marido. Sonza responde a pergunta: “Como é ser cantora no Brasil?”.

Reprodução: TV CULTURA
Foto: youtube

 Sobre “penhasco”

A cantora admitiu que escreveu a faixa durante uma viagem de avião, feita assim que se separou do humorista Whindersson Nunes. Logo, a letra é bem pessoal e emocional. O sentimento é de ser empurrada em um penhasco, tentar agarrar a mão de alguém e não conseguir.

Comecei a escrever essa voltando de uma viagem pro México. Essa é uma música de desabafo! Tem muito sentimento nela. Sinto que só consegui colocar um ponto final neste período da minha vida depois de cada palavra dita nessa canção“, disse ela.

Foto: Divulgação

Letra de “penhasco”

Sabia que a queda era grande
Mas tive que pular
Queria que a gente fosse mais alto

Quando segurei sua mão
Você soltou a minha
E ainda me empurrou do penhasco

E te dizer te amo
Agora é mais estranho
Estranho mesmo é te ver distante
Botaram o nosso amor numa estante

Eu tive que desaprender
A gostar tanto de você
Por que cê faz assim?
Não fala assim de mim

E eu sei que chora
Não finge que não viveu toda nossa história
Meu Deus, eu pedi tanto pra eu não ir embora
Mas tenho que seguir o meu caminho agora

E eu sei que chora
Não finge que não viveu toda nossa história
Meu Deus, eu pedi tanto pra não ir embora
Mas tenho que seguir o meu caminho agora

Cê sabe bem quem eu sou
Sabe que se chamar, eu vou
Cê sabe bem quem eu sou
Sabe que se me chamar, eu vou

E eu não sinto raiva
Eu não sinto nada
Além do que você já sabe
Pior é que cê sabe bem, meu bem
O tanto que eu tentei

E eu não sinto raiva
Não sinto nada
Além do que você já sabe
Pior que você sabe bem, meu bem
O tanto que eu tentei

Eu tive que desaprender
A gostar tanto de você
Por que cê faz assim?
Não fala assim de mim

E eu sei que chora
Mas tenho que seguir o meu caminho agora
E eu sei que chora
Não finge que não viveu toda a nossa história
Meu Deus, eu pedi tanto pra não ir embora
Mas tenho que seguir o meu caminho agora

Cê sabe bem quem eu sou
Sabe que se chamar, eu vou
Cê sabe bem quem eu sou
Sabe que se me chamar, eu vou

Escrito por Douglas Françoza

Com novo teaser, Claudia Leitte confirma parceria com Joey Montana

Vídeo: Now United dança “Brutal”, música de Olivia Rodrigo