Ludmilla: "não sou bolsominion, não votei no Bolsonaro"
(Foto: Instagram @ludmilla)
in ,

Ludmilla: “não sou bolsominion, não votei no Bolsonaro”

Ludmilla esclareceu boatos pelo Instagram.

Ludmilla usou o Instagram nesta quinta (9/9) para negar a fofoca de que votou em Jair Bolsonaro na última eleição para presidente. “Não dá nem para culpar as pessoas, porque isso sai em um monte de sites e a galera que consome acaba acreditando. Vamos lá: eu não sou bolsominion, não votei no Bolsonaro”, disse.

“Eu odeio o governo dele. Parem com essa história, com essa fake news ridícula, medonha que os haters malditos inventaram e ficam replicando em todo lugar. Aparece uma foto – a Ludmilla salvou um cachorro no incêndio -e e estão lá os filhos da puta: ‘ah, mas é bolsominion’. Mano, todo mundo acredito. De uma vez por todas: eu não sou bolsominion, eu odeio Bolsonaro”, frisou no Instagram Stories.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por POPline 🎧 (@portalpopline)

Ludmilla é chamada de “bolsominion” desde 2018

O boato realmente circula desde 2018. Na época da campanha eleitoral, artistas foram pressionados a se posicionarem com a hashtag #EleNão, e Ludmilla apenas falou que o voto é secreto.

Ludmilla disse que só decidiu falar sobre o assunto agora, porque achou que ninguém acreditaria que ela fosse a favor de Bolsonaro, mas percebeu que as pessoas acreditam sim. “Eu já falei diversas vezes, em várias entrevistas minhas, só que isso não é replicado”, pontuou.

Foto: Instagram @Ludmilla

Leia mais:

Ludmilla critica medida provisória do governo Bolsonaro

Ludmilla usou as redes sociais para demonstrar o seu descontentamento com medidas aprovadas pelo governo de Jair Bolsonaro. A cantora carioca publicou mensagens em seu Twitter criticando a medida provisória assinada pelo presidente da república na tarde de segunda-feira (6).

A MP altera o Marco Civil da Internet, de 2014, e impede a remoção conteúdos e perfis que violem as regras de uso das redes sociais da plataforma. “Isso não é liberdade de expressão, mas sim liberdade de agressão. Com a assinatura dessa MP, qualquer um pode te agredir, te xingar, te caluniar nas redes sociais que o perfil não pode ser derrubado pela plataforma”, escreveu a cantora.

Escrito por Leonardo Torres

Ray-Ban e Facebook lançam óculos inteligentes “Ray-Ban Stories”

Ex-BBB Fernanda Keulla é atacada por jacaré durante gravação